Diferença entre Osteria, Trattoria, Ristoranti e Taverna?

01/nov | por Deyse Ribeiro

Saiba mais sobre os nomes dos locais italiano ligados a comida e bebida:

Qual a diferença entre Ristoranti, Osteria, Trattoria e Taverna? Essa é uma pergunta que me fazem constantemente, portanto decidi aqui dedicar um post sobre as diferenças e os nomes dos locais relacionados com a comida na Itália.

Para responder consultei um Dicionário de Etimológico Italiano para identificar a origem das palavras, e cheguei a algumas conclusões, que colocarei ao final do testo. Primeiro explico a origem de cada uma:

OSTERIA:
O termo osteria, tem origem na palavra oste, do francês antigo ostesse, que por sua vez deriva do latim hospite(m), hospede em português. Uma das primeiras representações da palavra osteria está no capítulo do Poder Judiciário do “Signori di Notte”  que, como o nome sugere, zelavam pela tranquilidade noturna de Veneza, no século XIII .
A etimologia do nome refere-se a verdadeira função do lugar que é a da hospitalidade.

Pompei - Thermopolium

Pompei – Thermopolium

Locais semelhantes às osterias já existiam na Roma antiga e se chamavam enopolium, enquanto que em thermopolium era servida comida e bebida quente, mantidas em temperatura ambiente em grandes potes de barro colocados no balcão : exemplos bem conservados podem ser vistos nas escavações de Pompeia.
Concluindo, as osterias surgiram como espaços de restauração, em locais de trânsito ou nas de comércio que neste caso há estradas, praças e mercados. Logo tornou-se também locais de encontro para as reuniões, as relações sociais. Os locais, muitas vezes pobres e humildes, assumiram importância de acordo com o lugar onde estavam. O vinho foi o elemento inevitável juntamente com outros, digamos, opcionais ligados a osteria na sua origem: a comida, os quartos e a prostituição.

TRATTORIA:
A trattoria é um exercício público, principalmente popular, tipicamente italiano, para a venda e consumo de refeições no local. O nome deriva do verbo trattare em italiano,  por sua vez vem da palavra francesa traiteur, derivado de traiteur, ou seja tratar, preparar.
Alguns trattorias chegam a serem bem conhecidas e procuradas pela sua comida de qualidade e pela caracterização, de preparações  de pratos locais -regionais. De uma forma geral, os seus preços já são uma atrativo local, que é caracterizado por uma maior simplicidade no serviço e mobiliário, mas não em qualidade e quantidade de alimento oferecido é muitas vezes excelente.

Uma trattoria na Toscana Fonte: wikipedia commons

Uma trattoria na Toscana
Fonte: wikipedia commons

TABERNA ou TAVERNA em italiano:
A taberna é um espaço público no qual o cliente pode pedir uma bebida e algo para comer, ou num bom português, o botequim. A taberna é muito parecido com o bar, mas a diferença é que o bar tem abertura noturna somente, e algumas tabernas abrem na hora do almoço e a segunda coisa é que as tabernas servem refeições completas, sem grande opção de menu, como os nossos botequins.

RISTORANTI:
O termo restaurante, vem do francês restaurant, da restaurer, ou seja, ristorare em italiano, restaurar em português. Esta palavra vem citada pela  primeira vez no século XVI, com o significado de “um alimento que restaura “, e se refere principalmente a uma sopa rica e de gosto refinado.
O significado moderno do termo nasceu por volta de 1765, quando um cozinheiro parisiense chamado Boulanger abriu uma empresa de catering. O primeiro restaurante a adotar a forma que mais tarde se tornou padrão hoje em dia, com o cliente sentado em sua mesa com a sua própria porção, tendo a possibilidade de escolher o que comer a partir de um menu, com horário de funcionamento específico, foi o Grand Taverne de Londres, fundada em 1782 por um homem chamado Antoine Beauvillier. Parece que o nome é derivado do lema “Vinde e eu vos restaurarei”, pregado na fachada do primeiro edifício deste tipo.

Conclusão final:

Atualmente, a diferença não é abisal entre a Trattoria, Osteria, Taberna e Ristoranti, e sim um fato ligado as tradições e origens destes tipos de local, a verdade e que na vontade de dar um “nome bonito” ao seu estabelecimento, muitos acabaram usando os termos que não descrevem bem o local, e descaracterizou um pouco a terminologia que era na origem, não há uma lei, uma disciplina para dar um nome a um local, por isso, cada um faz como bem entendi, desde que esteja tipificado como restorazione em italiano, que é local que serve alimentação. Na origem de cada uma é que se encontra as diferenças realmente.
Atualmente, a Osteria é um local com poucas mesas, dando a sensação de exclusividade. Não possui um cardápio vário da culinária local e bons vinhos. Ambiente familiar. Na maior parte, os preços de uma Osteria  variam entre 15- 30 Euros.
Trattoria é um estabelecimento para o consumo de refeições, quase sempre de cozinha regional de ótima qualidade porém com uma atmosfera familiar e menos refinado que um restaurante. Em grande parte dos casos são locais famosos pelo cuidado na qualidade e preparação dos alimentos e muito frequentados por locais. Os preços variam entre 30-50 Euros.
Taverna seria um botequim onde você encontra algo também pra comer, se vai mais para beber e conversar. Os preços variam demais, de 10-30 euros.
Ristoranti é aquele do seu hotel, com muitas mesas, menu vasto e interessante. Ai, meu caro leitor… nem me arrisco a colocar preço, porque na Itália vai de 20 euros as estrelas!

Extras: outras denominações

Já que chegamos até aqui, aproveito para dar outros exemplos de lugares públicos onde você pode desfrutar de refeições e alimentos e que podem ter uma variedade de nomes, cada um deles caracteriza um determinado tipo de serviço e comida servida:
Um trippaio em Florença, que também pode ser classificado como

Um trippaio em Florença, que também pode ser classificado como self-service na Itália.

  • Mensa: local inserido no local de trabalho ou próximo, a serviço de funcionários ou visitantes
  • Tripperia: local que vende a trippa Florentina, algo parecido com a dobradinha do Brasil
  • Self Service: local onde não há serviço de garçom e a retirada dos pratos é a cargo do cliente
  • Snack-bar – Tavola Calda: local com serviço de atendimento ao balcão
  • Pizzeria: fácil, local é especializado em pizzas e – às vezes – alguns outros pratos simples
  • Paninoteca – Panineria: locais que servem quase que exclusivamente sanduíches, torradas (crostines, crostones e bruschettas), lanches e bebidas rápidas
  • Forno: é o que seria a nossa padaria, onde se faz pão, ciabatta, schiacciata, doces e biscoitos, a diferença é que em geral, não oferecem bebidas, nem café.
  • Vinatieri: local onde vende vinho e as vezes sanduiches
  • Enoteca: muitas enotecas, que na origem vendiam somente vinho, agora oferecem  degustações a pagamento incluindo vinho e comida, outras oferecem mesmo refeições
  • Prosciutteria, Norcineria: vende presuntos e salames, mas também funciona como paninoteca
  • Free-flow: maquinas com acesso gratuito por parte do clientes de um local, como um hotel, aeroporto, etc.
  • Buffet: local onde a comida colocados em mesas, a self-service, a serviço do cliente, que é usado em caso de bebidas, almoços, reuniões, em hotéis tipo resorts
  • Sala ricevimenti: Sala de jantar formal em grandes hotéis, em casamentos, etc.
Ainda ficou na dúvidas? conhece outra denominação que eu não falei aqui? deixe seu comentário abaixo.

Veja o Calendário anual de eventos na Toscana e não perca nada!

Quer conhecer bem a Toscana?

Veja alguns dos passeios que ofereço aqui!
Um passeio guiado é a melhor forma de conhecer a arte, a cultura e a gastronomia local!


Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!

  • Deyse
    Excelente post! Super informativo e útil!

    Obrigada por compatilhar essas informações conosco.
    Dani Bispo

    • Obrigada Dani! Poxa nom demais quando os leitores elogiam! Valeu mesmo! Voce conhecia essas diferenças? Eu sempre me tive uma duvida sobre isso… Ai depois de uma pergunta de um cliente resolvi pesquisar melhor. Assim surgiu a ideia. Abs

  • ladjane cavalcanti parmera

    até então não conhecia todas as palavras mas amei osgnificado das outras parabéns continuem nos mostrando tudo que for novidades interessantes.

    • Obrigada Ladjane por seguir o blog, vou tentar cada vez mais colocar informação útil para os viajantes e pros curiosos também! Abs

  • Deyse, super interessante! A gente escuta, frequenta, acha que “agora entendi” e fica na confusao pois, como voce citou, nos dias de hoje descaracterizou bastante a origem dos nomes. Obrigada por compartilhar a tua pesquisa com todos nòs! baci!

    • Que bom que gostou Daphne, fico feliz. Obrigada! Realmente hoje cada proprietario poe o nome que quiser, ou seja, virou bagunça. Bjo e obrigada por seguir o blog.

  • grato pela imformaçaõ tao iportamte com saborear um bom prato .

  • Elisa

    Muito interessante e instrutivo , Deyse ! Ótimas dicas ….

    • Obrigada Elisa, fico feliz que tenha gostado! Abs.

  • Pingback: Saladinha com carne? Tagliata con Rucola e Grana! « Mangia che ti fa bene!()

  • Karin Kulpa

    Independente do nome usado, é pura verdade que na Itália come-se muito bem. Parabéns pelos conteúdos, acompanho sempre e me ajudaram muito na minha viagem!

    • obrigada karin, fico muito feliz com seu retorno! abs

  • Pedro Alves

    Deviam primeiro estudar latim e depois Grego para então perceberem a origem das palavras!

    • Pois é deveria ser incluido na escola não é?
      abs.