Fondazione Cerratelli e seus vestidos que marcaram a música e o cinema

21/fev | por Deyse Ribeiro

A Fundação

O Fundação CerratelliSartoria teatral e cinematografica nasceu em Florença em 1916 pela vontade do barítono Arturo Cerratelli, um dos primeiros artistas de La Bohème.

IMG_3336

A Fundação Cerratelli se encontra em San Giuliano Terme com a nova formação e foi inaugurada em outubro de 2005, juntando o legado e a herança de mais de vinte e cinco mil fantasias desta grande “Casa da Arte de Florença”. Diretores conhecidos, figurinistas e atores têm colaborado neste coleção de mérito cultural e histórica sem precedentes que representa a história e a tradição do teatro, do grande cinema e da televisão. Hoje a Fundação se encontra na Villa Roncione em San Giuliano Terme, perto de Pisa.

Dentro da Fundação são criadas importantes exposições que mostram ao público roupas extraordinárias de vários profissionais importantes. A Fundação também tem um patrimônio documental composto por esboços, desenhos, cartazes e folhetos, e um grande número de fotos da cena.

Grande parte dos cerca de 25 mil trajes históricos estão agora disponíveis para aluguel.

O diretor Franco Zeffirelli é o presidente de honra da fundação, mas vários outros diretores utilizaram algumas das roupas da coleção, entre eles: Mauro Bolognini, Silvano Bussotti, Renato Castellani, Georges Chazalet, Edoardo De Filippo, F. Enriquez, Ugo Gregoretti, J. Miller, Jean Pierre Ponnelle, Luca Ronconi, Otto Schenk, Giorgio Strehler, Luchino Visconti, etc.

Produções de prestígio de grande óperas utilizaram estas fantasias e trajes maravilhosos nos principais teatros de todo o mundo, tais como o Metropolitan de New York; o Liric Opera de Chicago, a Comedie Francaise de Paris, o Royal Opera House, Covent Garden de Londres, o Bundestheaterverband de Vienna, o Wuttemberische Staatstheater, o Hamburgische Staatsoper de Hamburgo, o Grand Theatre de Genebra, e nos teatros italianos: Alla Scala de Milão, Comunale de Florença (Maggio Musicale Fiorentino), La Fenice de Veneza, o Regio de Turim, a Arena de Verona, San Carlo de Napoles,  Opera de Roma, o Teatro Bellini de Catania, o Teatro Massimo de Palermo, etc.

Alguns dos filmes famosos que usaram as roupas da Fundação foram: “Uma aventura de Salvator Rosa” depois “El Cid”, “La Caduta dell’Impero Romano”, “55 dias em Pequim”, e com Franco Zeffirelli: “La Bisbetica Domata”, “Romeo e Giulietta”, “Fratello Sole e Sorella Luna” e “Otello”. Entre os mais recentes “La Venexiana” de Bolognini, “Camera con vista” de James Ivory, “Les Dames Galantes” de Tacchella e “Hamlet” e ” Otello” de Zeffirelli.

Roupa utilizada no Filme "São Francisco"

Roupa utilizada no Filme “São Francisco”

conjunto utilizado em Hamlet - o masculino quem vestiu foi Carreras

conjunto utilizado em Hamlet – o masculino quem vestiu foi Carreras

As exposições dos trajes na Fondazione Cerratelli podem ser visitadas de segunda a sexta-feira 16,00-19,30.

A EXPOSIÇÃO:

P1050575

Até o dia 23 de fevereiro temos a possibilidade de visitar a exposição, “Le Donne di Verdi” (As mulheres de Verdi), uma exposição dedicada as heroínas de Verdi, através dos figurinos assinados por direitores famosos como Zeffirelli, Anna Anni, Pier Luigi Pizzi, Danilo Donati, escolhidos entre os mais de trinta mil trajes históricos, um encontro das obras com a música de Verdi.

P1050596

Amneris, Gilda, Violetta, Odabella, Desdemona, Abigail … apenas algumas das figuras mais significativas. A exposição é dividida cronologicamente, e em cada sala, você pode ouvir as músicas das óperas das heroínas presentes … uma viagem fascinante de música, trajes, jóias e acessórios que caracterizam a imagem de cada personagem.

P1050620

Foto: Wikipedia Commons

A VILLA

A Fundação Cerratelli hoje está funcionando na Villa Roncione, uma belíssima Villa do final do século XV, é uma das evidências mais marcantes da linguagem arquitetônica de Alessandro della Gherardesca intérprete daquela cultura figurativa do qual se entrelaçam o Neoclassicismo, o Romantismo e o Gótico.

P1050574

Bosques pitorescos e córregos se unem  na capela, no castelo e a sobretudo a “bigattiera“,  local onde se produziam os bacos do bicho da seda, realizado no estilo neogótico, construído por Francesco Roncioni no modelo do implantado por Raphael Lambruschini. Atualmente a vila e a bigattiera estão sendo restauradas. A capela também possui um medalhão representando Gallileu Galilei em conjunto com Dante Alighieri.

afrescos ao interno

afrescos ao interno

Ao visitar a Vila Roncioni temos o prazer de descobrir outras maravilhas da casa,  como o seu parque romântico no qual encontramos uma cópia da Abadia gótica na Inglaterra que foi a casa de Lord Byron e que na Villa Roncioni servia também para colocar “pra dormir na bigattiera as centenas de bichos da seda” durante o inverno, depois, com seus casulos, na primavera se faria fios e tecidos na fábrica ali próxima, para criar belas sedas que na época eram vendidas até na Inglaterra.

Ainda é possível encontrar: a fonte dos fantasmas de Ugo Foscolo e da sua amada Isabella, a poderosa Caverna de Baco com fontes que jorram vinho durante os festas especiais.

Deixo mais fotos da Villa:

P1050619 P1050618 P1050617 P1050616 P1050614 P1050613 P1050610 P1050609

Fondazione Cerratelli
Via Statale del’Abetone, 226, Pugnano, San Giuliano Terme (Pisa)
Tel:050 81 79 00 – 050 81 79 00
www.fondazionecerratelli.it

Leia mais:



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!