Não é um teatro, mas uma vinícola: conheça a Rocca di Frassinello

03/jun | por Deyse Ribeiro

 Em meio a Maremma, uma área no sul da Toscana cheia de verde e com um mar fascinante, se encontra a Rocca di Frassinello, uma vinícola realizada por um dos arquitetos mais famosos dos mundo, conheça com a gente!

DPP_0005

A história da vinícola:

A vinicola nasce de uma join-venture união francesa (Barão di Rothschild-Lafite) e italiana (Castellare), proprietária de vinícolas na região do Chianti que decidiram investir na área da Maremma Toscana. Após vários estudos, se descobriu que bem no meio da Maremma, entre Bolgheri e Scansano, há um tipo de solo que tem as mesmas características geológicas da terra do Chianti e Montalcino, as duas regiões vinícolas mais famosas da Toscana, mas com uma diferença importante: 4-5 e até 6°C de temperatura média mais elevada e, com uma capacidade de maturação anterior das uvas, de três a quatro semanas comparando com Chianti e Montalcino.

DPP_0014

Esta área entre os municípios de Gavorrano e Ribolla, faz parte de um jovem Doc, pouco conhecida, a Monteregio de Massa Marittima DOC, mas tem uma extensão muito mais ampla para incluir um pouco das colinas metalíferas (nome dado a região colinosa da toscana com alta concentração de metal).

DPP_0002

A inauguração da estrutura moderna da vinícola foi em junho de 2007, mas a produção de vinho já começou antes. Hoje são um total de 80 hectares plantados, mas podem chegar a 125, o total da vinícola é de 500 hectares (!!), a primeira plantação foi em 2000, com a primeira vendemia em 2003.

No momento a vinícola produz seis vinhos: a Rocca di Frassinello, o Sughere Frassinello e Poggio alla Guardia, o Baffonero, o Ornello  e Vermentino (branco).

Os enólogos são também um italiano e um francês, julgo ser uma combinação perfeita não? Alessandro Cellai enologo e diretor da Castellare di Castellina e Christian Le Sommer enólogo da Domaines Barons de Rotschild.

DPP_0003

Arquitetura :

A vinícola está localizada no topo de uma colina em Giuncarico, no município de Gavorrano, no coração de Maremma. A estrutura  foi desenhada pelo famoso arquiteto Renzo Piano, um dos arquitetos conhecidos no mundo, italiano de Gênova. Alguns dos trabalhos de Renzo Piano são: Centro Pompidou em Paris, a Opera Nacional da Grécia, Museu de Ciências de Amsterdã, o prédio do New York Times, entre outros.

 

cantina-Schermata

DPP_0001

A vinha é a protagonista do projeto da Rocca di Frassinello, com as linhas que se projetam para o porão.

A vinha é uma cultura de grande sabedoria. Com suas linhas desenha o chão, descreve a paisagem, melhor do que qualquer outra planta “, disse Piano que, antes de dizer sim ao projeto, fez um vôo de helicóptero sobre o local. “Eu sempre preciso entender o ambiente antes de um projeto e olhá-lo de cima, como os pássaros.” Porque, explica ele, “o arquiteto também deve aprender a voar.”

la-rocca-1

Os materiais predominantes são de vidro, placas de aço, terracota e alvenaria colorida de vermelho para combinar com a cor da terra local.

DPP_0013

A estrutura consiste essencialmente em uma “praça aberta” (entrada), um pavilhão de vidro e uma adega (cantina) que é o coração do projeto.

 DPP_0011

No processamento típico,  as uvas são colhidas, colocados em caixas, e levadas assim a “praça”, um grande pavilhão onde fica uma grande mesa de trabalho, ali ocorre a seleção das uvas, e dali por queda, através de várias tampas de aço, vão para a vasca de aço inox abaixo, para a fermentação.

DPP_0012

“A magia vem dos barris, da cantina, no ventre da terra, no crepúsculo, com 2.500 barris como grandes olhos te observam “ conclui Renzo Piano.

A parte da vinícola mais interessante é sem dúvida a sua cantina (adega), onde fica a “barricaia”, onde se guardam os barris para o envelhecimento, que fica no subsolo (50 metros abaixo) em uma forma quadrada, e com degrais, parecendo um verdadeiro teatro do vinho, mas aqui em vez de espectadores temos os barris.

DPP_005 DPP_004
A adega subterrânea é um quadrado de 46 metros de cada lado ocupados por 2.500 barris de carvalho, barris organizados em etapas concêntricas e descendentes como uma arena.

Os acabamentos são de concreto e o ambiente é iluminado a partir de cima pelos raios do sol transmitidos da torre, e que capturam a luz refletida por uma série de espelhos inclinados adequadamente. A manipulação dos barris de 225 litros é através de braços telescópicos.

 No piso térreo estão os escritórios, uma sala de reuniões e o depósito, enquanto no andar de cima, temos as salas de visitas, onde ha a degustação dos vinhos.

DPP_0008

O pavilhão de vidro abriga os espaços administrativos e comerciais e é aberto ao público. Esta sala é totalmente envidraçada em três lados e abre para um grande terraço onde se pode admirar a vista sobre as vinhas e as colinas.

DPP_0011

A vinícola é muito eficiente, de fato, a energia elétrica é fornecida por painéis de energia solar, que cobrem o estacionamento. A irrigação dos vinhedos é garantida pelos lagos artificiais na vizinhança durante períodos de seca extrema e o barril usa a temperatura constante do solo para garantir a temperatura e a umidade ideal para o envelhecimento do vinho.

DPP_002 DPP_0015

Vinhos:

A vinícola produz seis vinhos, durante a minha visita (abril de 2014) pude degustar:

DPP_011

  • Poggio alla Guardia: 2010: 40% merlot, 40% cabernet sauvignon, 15% sangioveto e 5% syrah – envelhecido 6 meses nas vascas de aço inox, não envelhece no barril, vinho jovem com uma certa acidez
  • Ornello 2010: 20% merlot, 20% cabernet sauvignon, 40% sangioveto e 20% syrah – envelhecido 6 meses nas vascas de aço inox,  6 meses no barril, e 6 meses na garrafa – muito bom!
  • Le Sughere di Frassinello 2011: Doc Maremma Toscana – 50% sangioveto, 25% Merlot e 25% Cabernet Sauvignon, envelhecido  6 meses no barril, e 6 meses na garrafa  – muito bom!
  • Rocca di Frassinello 2009, considerado um SuperTuscan e que a partir de 2011 entrou para a Doc Maremma Toscana: 60% Sangioveto, 20% cabernet sauvignon, 20% merlot – envelhecido 18 meses no barril, e 11 meses na garrafa – sensacional!

Ainda produzem o Vermentino (100%) e Baffonero (100% merlot).

Gente são 300.000 garrafas por ano!

DPP_0010

DPP_010
Que melhor maneira de provar os excelentes vinhos em uma bela adega admirando a bela paisagem da Maremma?

Informação:

Rocca di Frassinello
Loc. Giungarico – 58020 Gavorrano (GR)
Tel: 0577 742903 – Fax 0577 742814
www.castellare.it

Distâncias:
2:30hs de Roma
35 min de Grosseto
1h de Orbetello
2:30hs de Florença

Degustação e visita: 15 euros por pessoa, em italiano ou inglês, marcar por email: info@castellare.it

Loja: na vinícola há uma loja onde é possível comprar os vinhos com preço que inicia com 15 euros e chegam a 180 euros.

Aos arquitetos de plantão, vejam os desejos e projetos aqui.

Aos amantes de vinho, aqui as infos dos vinhos.

Deixo um vídeo de Renzo Piano e a construção da Rocca:

Fotos: PasseiosNaToscana® 2014

Fonte: Rocca di Frassinello, e Archimagazine, e marido arquiteto

 



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!