O raio de sol que celebra o verão na Catedral, evento único!

05/jun | por Deyse Ribeiro

Junho chega cheio de novidades em Florença!

Duomo de Florença

Duomo de Florença

Na Catedral de Florença, dentro da cúpula de Brunelleschi, ha un verdadeiro relógio solar, o gnomone.

Desde a sua construção, a Catedral possui um grande instrumento astronômico, um gnomone que, com seus 99 metros de altura, é o maior de seu tipo e que, tem sido utilizado em programas científicos para mais de 300 anos. A gnomone (do grego palavra ” gnomos “, que significa ” saber “) é geralmente um pólo, uma coluna, um obelisco cuja sombra pode medir a posição do sol no céu. Pois o sol é uma fonte extensa, a sombra da cúpula do gnomone não é nítida, mas se desvanece em uma penumbra mal definida. A maneira mais eficaz de aumentar o contraste e substituir a sombra com a luz, foi de realizar um furo de medição, ou furo gnomónico, chamado de “casquilha” ou “bronzina”, que é o que temos na Catedral.

33

A “bronzinha” é um comprimido de bronze com uma abertura circular no centro, colocado na borda interna da lanterna da cúpula, atravesso o qual o raio solar passa: assim se obtém no chão uma imagem bastante nítida do sol, muito mais brilhante do que a área circundante. De acordo com uma longa tradição, confirmada por recentes descobertas, o autor do gnomone era Paolo dal Pozzo Toscanelli, que o instalou na lanterna em 1475, com a função de identificar o momento exato do solstício e, portanto, a duração do ano.

É um espetáculo único no mundo, e este ano será aberto ao público!

duomo afresco

O fenômeno será visível nos dias 6, 13, 21 e 25 de junho das 12,30 as 13,30, na Cappella della Croce, à esquerda do altar-mor. A iniciativa, tornada possível pela Opera di Santa Maria del Fiore com o Comitê para a Popularização da Astronomia, acontecerá ainda que o céu fosse nublado, e a entrada gratuita, com acesso pela Porta dei Canonici, que estando de frente a Catedral, é a segunda porta da lateral direita. É necessário reserva ligando para o número de telefone 055-2302885.

interno da Catedral

interno da Catedral

O gnomone esta sendo utilizado também para um projeto ainda mais ambicioso, ou seja, que determinar a variação da inclinação do eixo de rotação da Terra, no plano da órbita. A inclinação da Terra, de fato, não é constante  e foi uma questão já foi discutida por astrônomos árabes.

Neste período, a imagem solar será formada no piso da Cappella della Croce, à esquerda do altar maior, onde estão, sob a proteção de placas de latão, uma linha de meridiano finamente marcada, além de dois círculos de mármore, um dentro do outro, que marcam o solstício. O círculo maior, com um diâmetro de cerca de 90 centímetros, tem o mesmo tamanho que o sol no dia de solstício de verão.

31

Não perca essa oportunidade!

Se você for ao evento, conte pra gente e mande a sua foto!

Imagens: Wikipedia Commons e PasseiosNaToscana®

Leia também:
O homem com a corda no pescoço
A obra prima da arquitetura renascentista: a cúpula do Duomo de Florença
Tour da Fé: conhecendo as igrejas fora da rota turística
Visita guiada as igrejas de Florença



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!