Pratos típicos de inverno na Toscana

18/jan | por Deyse Ribeiro

Quando começa a chegar o frio, no meio do outono, os restaurantes ja começam a modificar o cardápio e incluir mais comidas quentes como sopas e pratos mais pesados para o inverno. Muitos desses pratos são desconhecidos até para os grandes amantes da culinária italiana porque no Brasil, pelo nosso clima quente, eles não são servidos.

Por isso, para aproveitar a sua viagem para a Toscana, para aproveitar e conhecer um pouco mais da culinária local?

pasta

A cozinha toscana consiste sobretudo em pratos tradicionais onde o segredo da sua preparação é conservado muitos anos.

Muitos dos pratos de inverno possuem o pão, até mesmo nas sopas onde, como na ribolita, é um dos ingredientes principais.

Na Toscana, como eu costumo dizer, reina a sacralidade do pão, não se joga fora, é preciso usá-lo mesmo quando ele é velho, e isso é testemunhado por uma longa série de receitas antigas ainda utilizadas como: a panzanella, a ribollita, a acquacotta, a pappa al pomodoro, fetunta, sopa de legumes, mingaus ou na sopa de couve.

crostini

O pão toscano é caracterizada pela falta de sal. Parece que o costume remonta ao século XII, quando, no auge da rivalidade entre Pisa e Florença, Pisa bloqueou o comércio de cloreto de sódio precioso.

Outra característica de excelência culinária toscana tradicional é o uso de carne caça como javali, faisão, gansos, lebres, coelhos, cervos, pombos, etc. A carne de porco também é muito usado, basta pensar no famoso salame toscano e nos presuntos.

Para ajudar os leitores que viajam no inverno na Toscana, fiz aqui um “menu” dos pratos típicos deste período para que vocês possam aproveitar o que de melhor o inverno oferece… a comida!!!

– Entradas:

fetunta

  • fetunta: também chamada de bruscheta d’olio, nada mais é que um um pão com alho, é típico dos meses de novembro e dezembro. É uma fatia de pão quente e crocante temperado com um dente de alho esfregado sobre a superfície e sal e azeite extra virgem “novo”, pois em novembro/dezembro é época do “azeite novo”, então ele “queima na boca”  como se tivesse um pouco de pimenta, muito bom! Mas esse ano (2014/2015) não foi o ano do azeite, leia o porque aqui.

– Pratos:

  • Zuppe: sopas  típicas do inverno
zuppadicavolo

Zuppa di Cavolo

– Zuppa di Cavolo: sopa de repolho preto com pão dormido, com aipo, cenouras, batata, abobrinha e tomate.O cavolo, ou em português, o repolho é uma das verduras símbolo do inverno, aqui na Toscana, ele tem longas folhas de um verde escuro, quase negro, e é produzido durante toda a estação. Para ser bom é necessário que o repolho tenha “tomado gelo” (é assim que dizem aqui), o que significa que ele é deve passar por uma ou mais geadas de inverno que suavizam as folhas. Não somente sopas, você encontra de tudo com cavolo!

ribolita

ribolita

– Ribollita é uma sopa, cujo nome  vem do fato de que antigamente os camponeses cozinhavam grandes quantidades, e depois precisavam requentar para apresenta-la novamente à mesa nos dias seguintes. Como todos as outras sopas de legumes, a ribollita se torna mais saborosa cada vez que ela é “aquecida”. Os ingredientes básicos são o pão, a couve, feijão branco, cenoura, tomate, alho poro e cebola. Depois da sopa “requentada” é comum adicionar um fio de azeite.

– e outras menos conhecidas como Zuppa di verdura, Pasta e ceci (macarrão pequenino e grão de bico), minestra di farro (sopa de verduras com farro e feijão)

  • Baccalà alla livornese: bacalhau frito com farinha e depois cozido com tomate, cebola e azeitonas pretas.
chinghialle_2

Polenta com Chinghiali

  • carnes de caça como: Cinghiale (javali), daino (cervo), coniglio (coelho), lepre (lebre) são muito comuns em molhos e pratos variados. A abertura do período de caça no inverno enriquece a mesa do toscano com tantos pratos como:

– Pappardelle al cinghiale: massa de parpadelle com molho de javali

– Polenta al cinghiale: polenta mole com molho de javali

Polenta com carne de cervo

Polenta com carne de cervo

– Polenta al daino : polenta mole com molho de cervo

– Spezzatino di carne: carne cozida em pequenos pedaços com molho

– Cinghiale in umido: carne de javali cozida com molho de tomate e servida com pedaços de polenta grelhada

caciucco

cacciucco

  • Zuppa di Pesce: Na região de Livorno, encontrara com o nome de Cacciucco, uma sopa de pesce e mariscos como polvo, lula, camarões, mexilhões com molho de tomate, servido embebido em fatias de pão.

– Sobremesas:

  • castagnaccio: é uma torta feita com farinha de castanha, tipica de toda a Toscana,  muito comum no outono e inverno, quando a farinha de castanha é mais fria. A versão Florentina envolve o uso de farinha de castanha, passas, pinhões e alecrim.
  •  doces de natal que acabam sendo comuns até mesmo no decorrer de janeiro como : panforte (con frutas cristalizadas), ricciarelli (com amêndoas), cavallucci (com nozes) e copate (com hóstias e amêndoas).

Quer finalizar o jantar com uma opção de bebida quente? Indico o Ponce alla livornese, eu adoro e ja sei até fazer em casa. É uma bebida quente com licor e café, só experimentando pra saber!!!

Ponce alla Livornese

Ponce alla Livornese

E você ja comeu alguns desses pratos?  conta pra gente!

Veja os restaurantes recomendados pelo Blog aqui  e aproveite para conhecer mais da culinária toscana aqui!

*Este texto faz parte da Blogagem tripla – Pratos de inverno – com os Blogs Viagem na Italia e Descobrindo a Sicilia, veja os textos:


Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!