Como degustar e como comprar um bom azeite

20/nov | por Deyse Ribeiro

Uma dica de Como degustar e como comprar um bom azeite, já que estamos em pleno mês de colheita das azeitonas.

P1050692_resultado

O mês de novembro é sempre caracterizado aqui na Italia como mês da recolha das azeitonas para fazer o azeite, é o período do “olio nuovo”, quando ainda está bem fresco, e assim com o sabor delicioso.

Nessa época do ano, basta girar um pouco pelas estradas do interior e encontramos sempre um fazendeiro com a rede estendida no chão a recolher as azeitonas.

azeite

Por isso, já que é época ideal de degustar um bom azeite, nada melhor que dar algumas dicas.

Não deixe de ler o texto que eu fiz sobre os tipos de azeitonas, a colheita e o processo de produção do azeite na Toscana —> A colheita das azeitonas na Toscana e a produção do azeite 

1. Degustação de azeite:

P1050203_resultado

Eu participei de um curso de degustação de azeite oferecido pelo ASCOE – Associação de Degustadores e cultivadores de Azeite extra virgem – e aprendi a degustar o azeite e ainda aprendi técnicas para verificar se o azeite é de boa qualidade.

P1050183_resultado

O curso foi longo e muito especifico, não caberia em poucas palavras neste texto, mas uma pequena ideia de como degustar seria, usando os seus sentidos:

–  Olfato: usar um copinho pequeno e esquentar o copo esfregando as mão, tampando a parte superior do copo, depois abra e sentira a armonia e equilibrio de aromas do azeite (boa qualidade), ou se sentir cheiro ruim como mofo, azedo, ou outros quer dizer que é um azeite de péssima qualidade.

– Visão: verificar no copo se ha alteração de cor, se é limpido, se ha detritos no fundo do copo, e se é fluido, tudo isso é levado em conta para medir a qualidade de um azeite.

P1050201_resultado

a degustação

– Paladar: essa é pra mim a parte mais complicada de explicar porque envolve as papilas gustativas, mas resumidamente, ao degustar você não deve sentir sabor salgado (não ha sais minerais nem sal de cozinha, portanto não deve sentir gosto salgado), e se o azeite é fresco devera sentir depois de 4-5 segundos um sabor picante.

P1050194_resultado

o material do curso

O que eu mais amo no azeite da toscana é essa sensação de picante, que dura por até quase 6 meses depois de pronto o azeite.

2. Como comprar o azeite:

Eis algumas regrinhas para se orientar ao comprar um azeite na Itália:

  • Etiqueta: na etiqueta deve constar a origem do azeite extra-virgem:
    • italiano: se proveniente da Itália
    • comunitario UE: se proveniente de países da União Européia
    • Extra UE: se de proveniência de países não pertencentes à União Européia
    • miscela di oli comunitari: realizado com a mistura de azeites proveniente de vários países da União Européia
    • miscela di oli comunitari ed extra comunitari: realizado com a mistura de azeites proveniente de vários países da União Européia e de países não pertencentes à União Européia

Geralmente esta informação é dada em letras bem pequenas e com pouco contraste com o fundo do rótulo.

esempio-etichetta-olio

  • atenção ao preço: azeite de oliva extra virgem de uma qualidade decente, embora derivado de uma mistura de várias partes do país, pode custar na prateleira para venda, menos de 4.50 ou  € 5.00 por litro. Os óleos ‘UE’ ou ‘não-UE “, mesmo misto, também são cotadas 2.50 ou € 3.00 por litro.

Eu não aconselho esses tipos de azeite provenientes de misturas de várias partes da Itália, porque, como ja falei aqui, são azeites realizado em grande escala e que não levam em consideração o verdadeiro sabor que a terra dá ao fruto. A azeitona é como a uva, o território em que ela foi produzido modifica substancialmente o seu sabor.

Faça a seguinte pergunta a si mesmo: Você compraria um vinho que mistura uvas da França com a Itália? Ou da Toscana com a Sicilia?

Por isso os pequenos produtores são na verdade os melhores (mesmo pensamento que eu tenho quanto ao vinho), e por isso a produção acaba sendo mais custosa e o preço por litro mais caro.

Então, muito cuidado com ofertas particularmente convenientes que poderiam esconder práticas comerciais fraudulentas. Aqui na Toscana um bom azeite custa em media 20 euros por litro, veja bem, eu disse litro e não por embalagem, porque elas variam muito!

  • atenção á publicidade: ser cauteloso em campanhas publicitárias que oferecem azeite toscano, onde o produto é realmente apenas engarrafados por empresas estabelecidas na região, mas sua origem é bem diferente. Seja também cuidadoso de etiquetas com referências geográficas, símbolos e sinais atribuíveis a lugares conhecidos da Toscana, mas o conteúdo do que consiste em um produto de fora da região ou mesmo fora do país.

collarinotracciabilita

  • atenção à qualidade: para o consumidor que quer ter a certeza de adquirir produtos de qualidade é melhor confiar em produção DOP / IGP, claramente visível no rótulo. DOP é denominação de origem protegida e IGP é indicação geografica protegida, duas denominações de garantia de uma produto alimentar na Itália. Neste caso, ele tem a garantia, bem como o ano de colheita (que deve ser comunicada por lei no rótulo), e ainda na área de origem das azeitonas e do processamento do óleo, os processos que deve ocorrer dentro da área geográfica protegida da designação.

Verifique se é um produto DOP ou IGP que são os certificados de qualidade. Eu ja falei sobre eles neste texto aqui.

Para que a etiqueta seja válida, no caso de um produto DOP, deve ser sempre acompanhado da marca nacional italiana:

dop

Para o IGT a marca é:

IGP170

Então, se você quer comprar um azeite toscano, em vez de confiar na palavra simples “azeite toscano”, que não pode ser, podem estar querendo se passar como tal,  verifique o rotulo:

igp-olio-toscano

 

Outros azeites da Itália:

logo_monti_iblei

Olio dei Monti Ilei – Sicilia

olio-bari

Terre di Bari – Puglia

olio-umbro

DOP da Úmbria

Olio-Rivera-Ligure

DOP da Liguria

 

vários tipos de azeite que eu tenho na minha casa e em este copinho azul é o copo de degustação de azeite profissional

vários tipos de azeite que eu tenho na minha casa e em este copinho azul é o copo de degustação de azeite profissional

 

E você, ja provou o azeite da Toscana?

 Agora fica mais fácil entender o preço dos pequenos produtores e o quanto esse produto é amado e idolatrado pelos Toscanos.

Em novembro e dezembro em várias cidades da Toscana podemos encontrar festas e mercados do “olio nuovo“. Não perca a oportunidade de degustar o azeite nos primeiros meses depois da colheita, quando ainda possui aquele rostinho picante que eu tanto adoro!

Não deixe de ler o texto que eu fiz sobre os tipos de azeitonas, a colheita e o processo de produção do azeite na Toscana —> A colheita das azeitonas na Toscana e a produção do azeite 

Ainda, é possível visitar as fazendas e um frantoio, alguns passeios que eu faço incluem a visita nesses locais, para saber mais peça seu orçamento aqui.

tag: Como degustar e como comprar um bom azeite


Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!