Amedei, o melhor chocolate do mundo fica na Toscana

23/jan | por Deyse Ribeiro

Eu visitei a fábrica da Amedei, o melhor chocolate do mundo, que fica na Toscana. A empresa possui controle que vai da planta, em vários países à barra de chocolate, que é produzida em Pontedera, pertinho de Pisa. Saiba como é a degustação.

AMEDEI

Se eu pedisse a você para me elencar quais são as excelências gastronômicas da Toscana, certamente o chocolate não passaria na sua cabeça certo? Pois poucos sabem, mas a Toscana tem uma fábrica de chocolate que já ganhou 5 prêmios nos últimos anos, como o melhor chocolate do mundo!!!

Em Pontedera, cidade próxima de Pisa, famosa pelas obras de arte contemporâneas espalhadas pela cidade, e por ser a sede da Piaggio e do museu da Vespa (ja falei aqui), fica também a fábrica de chocolates Amedei, reconhecida mundialmente por ter os melhores chocolates do mundo!

Eu fui convidada para visitar a fábrica e fazer a degustação, e conto tudo a vocês neste artigo.

AMEDEI_14

A Amedei:

Amedei foi fundada pela italiana Cecilia Tessieri, a primeira mulher Maître Chocolatier da Itália, e trabalhou em vários países como França e Bélgica. Em 1990 ela decidiu que iria dedicar toda a sua vida ao chocolate,e o que não falta à Cecilia é determinação, paixão e ambição.

Em 1998 ela abriu a Amedei em Pontedera, e trabalha hoje com seu irmão, Alessio, apaixonado por viagens que girou o mundo  procurando as plantações de melhor qualidade. Hoje eles possuem cultivação de cacau em Trinidad e Tobago, Venezuela, Madagascar, Equador, Jamaica, Granada, que são exclusivos somente para eles, com as variedades melhores de cacau, como criolo, forasteiro e chuao. Os grãos de cacau criolo abrangem apenas 5% da safra mundial, pois são muito raros e muito vulneráveis, precisando assim de muita atenção e cuidado.

Cecilia Tesseri - Foto: site da empresa

Cecilia Tesseri – Foto: site da empresa

Hoje os irmãos Tessieri controlam tudo, desde a cultivação da planta, produção do chocolate ao produto final, conseguiram um resultado surpreendente, um mix de sabores e perfumes maravilhoso. A ideia de um controle rígido de qualidade veio da Cecilia. Os sacos de cacau enviados para Pontedera em enormes sacos de estopa são armazenados, e cada fardo de cacau é submetido a um controle, para comprovar se qualidade é alta o suficiente.

Se os grãos  são aprovados, eles vão a um forno, que faz exalar os aromas sedutores do cacau. Depois os grãos precisam ser descascados e moídos, transformados em manteiga de cacau, e depois se deixa descansar  por 72 horas em bacias especiais para dar um sabor suave ao chocolate.

Após um ‘banho de chocolate “, que deve ser moderado, para garantir que o chocolate fique com um brilho agradável e crocante, este é derramado em moldes, e depois de resfriado, está pronto para consumir!

os vários graus de cacau

os vários graus de cacau

A degustação:

É só entrar na fábrica e lógico, um cheiro delicioso de cacau me deixa louquinha de vontade de experimentar tudo.

O nosso cicerone nos explica um pouco da empresa, a seleção dos grãos, e o controle de qualidade que fazem da Amedei a melhor do mundo.

AMEDEI_20

A atenção ao detalhe é algo que marcou essa minha visita, dificilmente poderia ser de outra forma quando você quer fazer o melhor chocolate do mundo, mas é notável o quão bem tudo foi pensado. Grãos de cacau de qualidade, a embalagem, a explicação da degustação, e um vídeo e um folheto que ilustra o processo do grão ao chocolate.

Começamos então com a melhor parte, a degustação. Primeiro provamos o caco puro, que na boca é amargo, mas deixa um retrogosto muito fresco.

Depois passamos ao chocolate quente, mas não era um qualquer, era ” o chocolate líquido”, feito a partir do praliné de chocolate Amedei e leite quente, puro e simples, mas tão delicioso.

AMEDEI_14

Em seguida foi a vez de degustar as barrinhas de chocolate. Em primeiro lugar, um pedaço do Toscano Brown, chocolate ao leite com um toque de baunilha. Em seguida, um pedaço da Toscana Preto 70%, chocolate gourmet, com uma pitada de flores e tabaco, seguido de um pedaço de Madagascar, chocolate escuro (70% cacau) com gosto de amêndoas torradas, e o Jamaica, que consiste em 70% de cacau, onde o gosto de cacau era o mais forte no sabor pra mim.

AMEDEI_16

Depois passamos à degustação do Blanco Criollo, um pedaço de chocolate escuro, onde que apenas os grãos de cacau Criollo raros são usados.

Na grande bandeja de madeira em seguida temos o Toscano Red, chocolate escuro (70%) com morango, cereja e framboesa, o Toscano Blonde, chocolate escuro (63%) com pêssego e damasco e Cioccolato Bianco e Pistache, chocolate branco com o famoso pistachios de Bronte. A combinação com o pistácio é a melhor segundo a minha opinião, é divino. Oh senhor, escrever este texto me dá água na boca…

AMEDEI_15

Depois fazemos um giro pela fábrica, mas esta parte eu não posso fotografar, é o segredo bem guardado deles!

O passeio foi bem interessante porque é curioso imaginar que de uma fábrica não tão grande como a Amedei, é possível ainda manter uma empresa de família, com qualidade e alto padrão como eles têm, que vai desde a plantação à barra… realmente incrível!

Ganhei alguns chocolates pra continuar a degustar em casa (eba!) e me senti privilegiada por poder degustar um dos melhores chocolates do mundo!

Quer fazer uma degustação como a que eu fiz?

As degustações são em italiano e eu como guia de turismo posso lhes acompanhar. São degustações que vão de 1 a 3 horas. Veja as opções com guia em português:

Informações:
Amedei Chocolates
Via San Gervasio 29
Loc.La Rotta – 56025 Pontedera (PI)
site oficial

 

 



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Mapa

Participe e dê seu pitaco!