Dica de Pizzaria em Florença: La Divina Pizza

08/jan | por Deyse Ribeiro

Essa é uma dica de pizzaria em Florença, a La Divina Pizza que fica perto da basílica de Santa Croce e faz pizzas bem diferentes.

pizza-pizzeria-la-divina-pizza_4

Todo ano a Gambero Rosso, a publicação mais famosa de gastronomia e culinária da Itália, seleciona as melhores pizzarias da Itália, numa classificação entre: pizza napolitana – a típica pizza como se faz em Nápoles, pizza all’italiana –  que compreende as variações regionais e pizza a degustazione – com ingredientes gourmet. Tudo, em base ao tipo de fermento usado, a farinha usadas para a massa, além da seleção da matéria prima, o cozimento, o perfume e obviamente, o sabor. E ainda dá uma pontuação de 1 a 3 “spicchi“, ou seja espigas (usando mesmo o desenho da espiga de milho no livro).

A Pizzaria que eu vou indicar neste texto, a Divina Pizza, ganhou 3 “spicchi” como pizza gourmet, e foi a única nesta categoria indicada em Florença!

Para ver toda as Pizzarias da Toscana classificadas – clique aqui – e para saber a classificação das outras regiões da Itália, veja o texto que escrevi para o Itália para Brasileiros aqui.

pizza-pizzeria-la-divina-pizza

La Divina Pizza

O La Divina Pizza fica na região da Basílica de Santa Croce. É um local bem pequeno, passa desapercebido! Mas devo confessar que foi uma verdadeira descoberta! Para alguns florentinos que conheço, essa é a melhor pizzaria de Florença.

O restaurante foi inaugurado em 2010 e sucedeu à gestão de uma pizzaria e taberna da família  na área de Chianti. O local que tem capacidade para somente 16 pessoas sentadas, mas um entusiasmo contagiante. A pizzaria é de propriedade da família Monogrammi, Graziano, Roberta e seu filho Gabriel gerenciam o La Divina Pizza  que é frequentado por estudantes, residentes de Florença ou turistas de passagem.

pizza-pizzeria-la-divina-pizza_9

Farinha moída à pedra (em moinhos antigos) e fermento natural (lievito madre) são os instrumentos principais que dão origem às pizzas realizadas pela família. As pizzas são do tipo romana (à pedaços), a pizza clássica (no tamanho de um prato grande) e pizza recheada consiste em dois discos de massa recheada com muito poucos ingredientes (spianata da calábria, pimentão e scamorza affumicata ou, por exemplo, vegetais, queijo fontina, scamorza affumicata, açafrão e cominho).

Aqui as matérias-primas e as estações ditam as regras do que é servido. O menu (pendurado na entrada) tem cerca de dez propostas, que de tempo em tempo Graziano vai cortando, porque a escolha segundo ele, é orientada mais na qualidade do que quantidade.

pizza-pizzeria-la-divina-pizza_1

E aqui, onde a pizza pode ser consumido no local (mesmo em pequenas pedaços) ou embalada para levar pra casa (take away), muitas vezes você tem que chegar e esperar, porque eles não têm reservas, e nem entrega.

Mas, acima de tudo, eu garanto que você vai ficar satisfeito com a digestibilidade do produto. Eu tenho muito problema de digestão, mas a massa deles é realmente incrível, é leve e deliciosa. Além de mistura de sabores que ganha novas opções medida que as estações vão mudando.

As massas das pizzas são feitas com “biga di lievito madre”, como explica Graziano, e com hidratação que varia de acordo com o tipo de pizza, tipo romana, a pizza clássica (no tamanho de um prato grande) e pizza recheada. A mais famosa do local é a tipo romana, ou como classificada pela Gambero Rosso, pizza à degustação. A pizza romana, servida à pedaços quadrados (você vai ler no menu escrito “a pezzi”) é realizada com ingredientes “gourmet”, e se distingue pela sua utilização de uma rotação legumes sazonais que Graziano compra diáriamente em base ao que ele encontra no mercado e cozinha diretamente no laboratório local. Todos os ingredientes são frescos e são proibidos produtos enlatados, exceto para o molho de tomate.

pizza-pizzeria-la-divina-pizza_7
Eu provei uma romana de margherita (classic), com ricota, anchovas do Cantábrico e alcachofras, outra com 3 tomares, alho e alcaparras, outra com salve, burrata e azeitona preta, e outra de batatas, cebola, abobrinha, a além da recheada com queijo e presunto. Os preços das pizzas à pedaço são 20 euros o quilo. Já as pizzas inteiras variam de 6 a 11 euros.

Entre os principais produtos usados nas pizzas: os salames do território, a mussarela Fior d’Agerola, azeite orgânico do Chianti, a mortadela de Prato, a Culaccia de Parma e outros produtos Slow Food.

Tudo é preparado no momento, e o trabalho é dividido,  Graziano lida com massa e cozimento, Roberta explica ao cliente a proposta local, enquanto Gabriele, sempre sorrindo, se dedicado à cobertura e controle dos fornos.

Fica perto de:

La Divina Pizza:
Como esta numa esquina, você pode usar os 2 endereços:
Via Borgo Allegri 50R com Via dell’Agnolo, Santa Croce
aberto todos os dias, exceto aos domingos (exceto para o último dia do mês)
das 12:00 às 15:30 e de 18:30 à meia-noite.
+39 055 234 7498
pagina facebook –  opinião tripadvisor
Características:
Não é possível fazer reservas
Não há serviço de entrega
Take-away:  sim, somente embalagem para viagem
Aceita Cartão de Crédito
Aberto para almoço
Estacionamento na rua, se achar
Indicado para crianças
não indicado para grupos grandes
bebida alcóolica: sim
área ao aberto: sim, fora
wi-fi: não
Sem serviço à mesa

 



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!