A experiência do Carnaval de Viareggio – por Jéssica Yasminne

28/fev | por Deyse Ribeiro

Hoje o Blog tem uma convidada, é a Jéssica Yasminne, estudante do Ciências sem fronteiras, um programa muito legal do governo brasileiro que permite aos estudantes universitários cursarem 1 ano da sua faculdade nas Universidades de vários países, e nossa convidada é do Recife e está estudando Veterinária na Universidade de Pisa. Ela descreveu a sua experiencia de assistir pela primeira vez o Carnaval de Viareggio.

Jéssica Yasminne

Jéssica Yasminne

” No domingo 16/02/2014 começou o carnaval na cidade de Viareggio, um dos carnavais mais famosos da Itália, sem contar com o carnaval veneziano. O evento ocorre durante 4 finais de semana na cidade, e tem desfile de máscaras e outros eventos legais. Sendo brasileira, sendo o meu país de origem o mais famoso com relação ao carnaval, não tem como não comparar os dois eventos.

O primeiro dia da festa na cidade foi composto de um desfile de carros alegóricos muito bem produzidos e que retratavam de sátiras sobre a política italiana. A festa de carnaval foi muito bem organizada, possuía área para sentar, havia distribuição de biscoitos como propaganda da indústria produtora, havia muita música e gente animada.

IMG_6885

Era um tipo de “carnaval de rua” feito na orla da praia da cidade, porém era necessário pagar 15 euros para entrar. Me senti um pouco no Brasil: as pessoas  andavam nas ruas fantasiadas, com máscaras e eram bem divertidas.

Estranhei um pouco as músicas eletrônicas que tocavam nos desfiles, porém um dos carros alegóricos cantou Ivete Sangalo e “cidade maravilhosa”! Como não se sentir um pouco no Brasil assim?

IMG_6877

Havia confetes e serpentinas por toda a parte, além de um spray que soltava um tipo de “geleca” nas pessoas (essa parte não era muito boa, pois quando a geleca grudava no cabelo…). Tinha de vendedor de pipoca à vendedor de balões dos mais diversos personagens de desenhos animados. Também vendem maçã do amor e máscaras de carnaval!

O carnaval me pareceu uma mistura do carnaval de rua de Recife com um carnaval de cidade de interior, onde é tudo mais tranquilo, mas também divertido. Um ponto positivo foi que não se via pessoas bêbadas ou fazendo vandalismo, como se vê em alguns pontos do carnaval do Brasil. Me chamou atenção, também, os bonecos dos carros alegóricos: muitos eram meio “agressivos”, já que se tratava de sátiras políticas; mas de modo geral eram muito bem elaborados.

Jéssica Yasminne

Jéssica Yasminne

Passei a tarde de domingo inteira na cidadezinha de Viareggio. E não me arrependo! Fazia gosto parar para observar alguns carros e até segui-los quando a música estava muito boa, me senti extremamente à vontade.

Uma vez me disseram que o carnaval de Veneza é uma coisa mais tradicional e social pelos eventos que possui, e que o carnaval de Viareggio acabava se tornando mais divertido. Recomendo a todos o passeio e a experiencia do Carnaval, pode levar crianças e bebês, pois não tem “empurra-empurra”. Pode-se levar celular e câmera fotográfica, pois não tem vandalismo, e ainda por cima pode-se observar um pôr-do-sol que já havia um tempo em que eu não apreciava, vivendo neste inverno europeu.

É verdadeiramente um carnaval que se vale à pena conhecer.”

IMG_6856

Jéssica ainda fez 8 pequenos vídeos com seu celular e colocou no YouTube, visite o canal dela (clicando aqui) para assistir a todos, coloco somente alguns aqui:

Momento de alegria quando toca “Cidade Maravilhosa”:

Agradeço imensamente a Jéssica por nos contar a sua experiencia em Viareggio.

Ainda, leiam os outros posts sobre o Carnaval de Viareggio que já escrevi;
Carnaval de Viareggio: parte 1 – o que é e como ocorre?
Carnaval de Viareggio: parte 2 – a realização e a programação 2014
Conhecendo o Museu do Carnaval de Viareggio



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!