Michelangelo, o mestre do Renascimento – onde visitar suas obras na Toscana

20/set | por Deyse Ribeiro

Este texto faz parte de uma blogagem tripla, onde eu e mais duas blogueiras contamos um pouco sobre um artista do Renascimento, por isso aproveite e leia sobre Rafael e Antonelo da Messina.

Eu decidi falar sobre um dos meus artista preferidos, o mestre do renascimento Michelangelo Buonarroti, um grande escultor, arquiteto, pintor e poeta (sim minha gente, ele escrevia!).

michelangelo

Michelangelo nasceu em Caprese, província de Arezzo, Toscana, no dia 6 de março de 1475 e morreu em Roma, 18 fevereiro de 1564, aos 89 anos, foi um homem que viveu muito no seu tempo, ja que a expectativa de vida naquela epoca não chegada a 60 anos.

O seu pai era um Podestá (como um prefeito nos dia de hoje) da cidade de Caprese e Chiuse, e aos 6 anos ele perdeu a mãe. Como primeiro filho de uma boa família da época, ele deveria seguir ou a carreira militar ou eclesiástica, mas desde novo mostrou paixão era mesmo para as artes, e por isso mesmo contra a sua vontade, o pai com 12 anos o levou para a Bottega de Ghirlandaio, onde ali aprenderia com um grande mestre.

Depois frequenta o Jardim de San Marco, que era uma verdadeira “escola de artistas” criada por Lorenzo De Medici, que por fim, maravilhado com a sua perfeição, o convida para viver na sua casa, podendo assim conviver com a famosa corte dos Médice ate 1494, quando Michelangelo por razões políticas sai da casa dos Medice e passa a viver do seu trabalho, viajando para Veneza, Bolonha e Roma.

Michelangelo na sua vida, produziu muitas obras primas como a Capela Sistina, a Pietà, o Davi, tanto na pintura, como na escultura e na arquitetura.

Pietà Bandini - Museu da OPA

Pietà Bandini – Museu da OPA

Nos últimos anos de vida, ele se ocupava mais de arquitectura, e escultura particular, como a Pietà Rondanini (hoje em Milão), ele morreu aos 89 anos, em 1564, e dizem que após a sua morte, foi encontrado um baú cheio de ouro! Michelangelo se vestia mal, vivia muito simples, e nada indicava que “dormisse sobre um baú cheio de ouro”, muito provavelmente guardava para seu sobrinho!

Uma curiosidade é que, como conta Vasari, esse mesmo sobrinho Leonardo Buonarotti, conseguiu “roubar” o corpo do tio, ja que o Papa queria enterrar Michelangelo em Roma. Então o corpo foi roubado e levado para Florença, e Vasari se encarregou de fazer o seu tumulo, que hoje fica na Basílica de Santa Cruz.

Outras curiosidades sobre Michelangelo:

  • ele escrevia cartas e poemas, alguns curiosos, outros românticos: Escreveu poemas a Vittoria Colonna, sua amiga de longa data e para o seu “amado” Tommaso de´Cavalieri. Uma carta curiosa foi escrita por ele ao seu sobrinho, dizendo que este deveria arrumar logo uma mulher e se casar para assim manter o nome da família, mas segundo ele, “mulher boa de casar é mulher com quadril largo para dar muitos filhos”.

lettera_di_michelangelo_buonarroti

  • quando Michelangelo morreu seu sobrinho posteriormente publicou alguns de seus poemas, mas como existia um “alto teor homoerótico” para a época, alguns autores acreditam que ele modificou o sexo e algumas partes do texto. Eis o texto https://www.bibliotecaitaliana.it/exist/ScrittoriItalia/show-text.xq?textID=mets.si063
  • em 1978 foi descoberto um subterrâneo na Sacrestia Nova, hoje conhecido como Museu Cappelle Mediecee em Florença. Neste subterrâneo, depois de anos de mau conservação e descaso (era um local escuro, sem luz) resolveu-se limpar e talvez aproveitar o local e ai, veio a grande descoberta, desenhos de Michelangelo na parede!!!!  Ai começou-se a acreditar na lenda que sempre existiu que Michelangelo se refugiou em um subterrâneo durante o retorno da família Medice em 1530 com medo de ser morto, e foi alimentado por um padre durante meses. Portanto, um pequeno esconderijo que não é aberto ao publico, exatamente pelo difícil acesso guarda hoje os desenhos de Michelangelo mantidos por quase 500 anos!

 

Detalhe da estátua de Bacco, que fica no Museo del Bargello

Detalhe da estátua de Bacco, que fica no Museo del Bargello

 

Onde encontrar obras de Michelangelo na Toscana?

E – escultura / A – arquitetura/ P – pintura

Cidade

Local

Obra

Florença

Galleria degli Uffizi

Tondo Doni (P)

Galleria dell’ Accademia

Davi (E) – San Matteo (E) – Pietá Palestina (E) – as 4 Prigioni (E)

Casa Buonarotti

Madonna della Scala (E) – Battaglia dei Centauri – (E) Nudo Virille I – (E)Due lottatori (E) – Dio fluviale (E) – Torso Virille I, II e nudo feminino

Palazzo Medici Riccardi

Venere e amorino (E) – atribuição não confirmada

Basilica di Santo Spirito

Crocifixo di Santo Spirito (E)

Bargello

Crocifixo Gallino (E) – atribuição incerta Bacco (E) – Tondi Pitti (E) – Davi-Apolo (E) – Brutto(E)

Sacristia Nova, Cappelle Medicee

Tomba di Lorenzo de’ Medici, de Giuliano de’ Medici e Madonna dei Medici (E)

arquitetura da Sacristina Nuova (A)

Basilica di San Lorenzo

Tribuna delle Reliquia (A)

Palazzo Vecchio

Genio della Vittoria

Museo dell’Opera del Duomo

Pietà Bandini (E)

Convento de San Lorenzo

Biblioteca Medicea Laurenziana (A)

Siena

Catedralle di Santa Maria AssuntaSao Paulo, São Pedro, São Pio, San Gregorio (E)

 

Por fim, indico o filme sobre a vida de Michelangelo feito pela Rai  no youtube aqui.

Fotos: wikipedia Commons

Este texto faz parte da Blogagem tripla com:

Viagem na Italia: texto sobre Rafael

Descobrindo a Sicília: Texto sobre Antonello da Messina



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!