A história das Joalherias de Florença

02/abr | por Deyse Ribeiro
uma loja do Ponte Vecchio

uma loja do Ponte Vecchio

A história das Joalherias de Florença é longa, há mais de 400 anos e desde então os seus artesãos derretem, gravam, esculpem, incorporam ou decoram as mais belas joias de ouro e prata.

Muitos dos grandes escultores e pintores que conhecemos hoje começaram sendo “orafos“, que em português que dizer ourives, ou também trabalharam na área, alguns exemplos são Donatelo, Michelozzo, Verrochio, Benvenuto Cellini, Giambologna entre outros. Benvenuto Cellini foi o “orafo” mais famoso da Toscana, e em homenagem a ele, os ourives do Ponte Vecchio decidiram colocar um busto em bronze a sua homenagem.

Busto de Benvenuto Cellini

Busto de Benvenuto Cellini no Ponte Vecchio

Tudo começou em 1593, quando o Granduca Ferdinando I de ‘Médici decretou a transferência dos ourives, e joalheiros para o Ponte Vecchio, a fim de melhor controlar a regularidade das obras, e claro do dinheiro desses artesãos.

Ponte Vecchio

Ponte Vecchio

Ao ouro e a prata foi dados à tarefa de representar e aumentar o prestígio artístico e cultural na cidade de Florença Medieval e, em depois daquela Renascentista, de acordo com a concepção com a arte típica da época.

Períodos de crise e dificuldade não faltaram ao longo dos séculos, mas os ourives e joalheiros ainda estão lá, nas ruas e na Ponte Vecchia, dispersos em muitos pequenos laboratórios artesanais onde eles continuam a trabalhar à mão de acordo com técnicas antigas para produzir esses artigos preciosos em todos em todos os estilos, incluindo os grandes obras de prataria e de cinzeladura e de buril que geram a admiração de todo o mundo.

Alguns exemplos de lojas no Ponte Vecchio antes de abrir, quando se pode observar as suas fechaduras medievais.

Florença é um dos poucos lugares no mundo que não só se encontra ainda joias feitas a mão, mas ainda encontra-se joias feitas a moda medieval, próprio como estilo, que como artesanato. Até Madonna em 2012 quando veio a Florença, fugiu de moto escondida do Hotel e foi ao Ponte Vecchio comprar joias.

foto: Corrierefiorentino.it

foto: Corrierefiorentino.it

A Firenze Turismo há alguns anos tenta valorizar esse setor artesão de Florença, criando percursos de artesanato, tanto das joalherias, como de todo o artesanato histórico de Florença.

joias

joias

Se você vier a Florença, passe em um dos tantos pontos de informação turística da cidade e peça o seu informativo gratuitamente, nele ficam os endereços dos melhores e mais antigos artesãos de Florença.

Eis algumas das joalherias incluídas no percurso do artesanato histórico:
1. V.M. Preziosi Firenze- Via Gioacchino Rossini, 8 / r – Jóias e Acessórios de Moda Design e artístico
2. Ranfagni Gioielli Firenze di Claudio Ranfagni – Via Frà Bartolomeo, 25/r – Jóias de tradição e design e também opção de joias “customizadas
3. Oreria – Borgo Pinti, 87R
4. La Bottega degli Orafi snc e c. – Via dei Benci 20/R, – Jóias preciosas feitas à mão
5. Dari Alessandro – Via di San Niccolò
6. Antonella Sicoli Gioielli – Via Ramaglianti, 4 – Joalheria artística e artesanal de ouro 18kt

Mapa do percurso no google maps



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!