By

Relaxamento e espiritualidade, conheça os Mosteiros, Conventos e Santuários da Toscana.

Em toda Itália o culto religioso faz parte das tradições mais antigas e profundamente enraizadas, e a Toscana é cheia deles. Já escrevemos alguns textos sobre vários destes santuários, veja a lista:

Na lista acima estão os mais importantes e conhecidos, como La Verna e outros menores, como o santuário de Calomini ou o Ermitério le Celle, mas não menos fascinantes e evocativos. É possívelo visitá-los durante algumas horas mas, se você quiser, também pode optar por passar as suas férias num convento! Poderá ser uma opção interessante se procura sossego e tranquilidade. Existem tantos mosteiros pararetiros espirituais onde podem ser vividos períodos intensos de oração e reflexão. Dependendo de suas ‘preferências’ em termos de devoção, você pode optar por os locais de San Francesco. Entre outras coisas, a Toscana inclui algumas etapas do Caminho de San Francisco: Pieve Santo Stefano, San Sepolcro e Citerna.

Relaxamento e espiritualidade nos mosteiros toscanos: verão à beira-mar, nas montanhas ou… em um convento? É a proposta de “férias alternativas” que tem crescido consideravelmente nos últimos anos, atraindo cidadãos estressados ​​à paz e ao silêncio de severas estruturas monásticas. A região Toscana pode orgulhar-se de uma oferta de primeira categoria para este tipo de férias, composta por mais de 400 instalações, todas localizadas em locais de grande beleza paisagística e espiritual.

A recepção fica a cargo dos monges, que o acompanharão até à sua “cela” (quarto monástico) estritamente sem televisão e ar condicionado e informarão sobre os momentos de orações, cantos litúrgicos ou sessões de meditação. Um alojamento espartano, onde as estrelas não contam, mas que pode oferecer outros “serviços”, como a paz, a tranquilidade e a regeneração espiritual.

Selecionamos alguns desses lugares espalhados por toda a Toscana:

Na região da província de Florença:

Florença – Certosa de Florença  – A apenas 7 km de Florença, na localidade de Galluzzo, a Certosa, entre os conventos da Toscana, é um dos mais interessantes do ponto de vista arquitetônico e artístico. Procurado e financiado pelo banqueiro florentino Niccolò Acciaiuoli, é um tesouro de obras de arte que vão desde algumas obras de Pontormo a outras de cerâmica Robbiana, possui também inúmeras pinturas interessantes. Através das visitas guiadas, que se repetem ao longo do dia (sempre em italiano), você pode visitar a sala, a casa capitular e o refeitório. Todos esses lugares, dos edifícios aos móveis, contam os segredos e curiosidades da severa vida monástica. SiteNão é possível mais dormir na Certosa, pois não há mais religiosos no local, que hoje está em gestão do grupo da paróquia somente para visitas.

Bivigliano – Santuário de Monte Senario – Entre os santuários da Toscana, o Monte Senario é um dos que pode orgulhar-se de uma vista verdadeiramente deslumbrante que vai de Mugello a Florença. Tanto que é um dos locais preferidos dos florentinos que, entre outras coisas, apreciam sobretudo ossaborosos petiscos preparados pelos monges. A origem do santuário deve-se a uma aparição de Nossa Senhora, que apareceu ao mesmo tempo que aqueles que se tornariam ospais fundadores da ordem dos Servos de Maria. O grupo de místicos passou para a vida de eremita por morar em algumas cavernas no local onde hoje está localizado o santuário. Algumas das pequenas cavernas ainda podem ser visitadas. Via di Montesenario, 3474/A, 50036 Bivigliano FI – telefone:055 406441 – site offline

Regello – Abadia de Vallombrosa – Está localizado no município de Reggello,a poucos quilômetros de Florença, em um verdadeiro oásis natural. Não é por acaso que o fundador do Mosteiro e da ordem dos monges Vallombrosani,San Gualberto, é também o padroeiro dos Silvicultores. E os alunos da Universidade de Florença que estudam Ciências Florestais costumam visitaro Jardim Botânico, os Arboretos e o Museu particular das sementes. Vallombrosa é também um daqueles mosteiros da Toscana que realmente tem muito a oferecer:o Museu de Arte Sacra, a Abadia, a biblioteca, o circuito de capelas que serpenteia pelo bosque entre os lugares de San Gualberto. A abadia Vallombrosa, fundada por San Giovanni Gualberto em 1036, está localizada nas encostas da montanha de Pratomagno,  a 1000 metros, e 37 quilômetros de Florença. Como todos os anos, a Comunidade organiza uma série de reflexões e encontros aprofundados para o período de verão. «Os monges fiéis ao ensinamento da Regra de São Bento – explicam – ativaram no antigo e amplo corredor do noviciado, um centro de espiritualidade e cultura religiosa, para acolher aqueles que desejam ter uma forte experiência de Deus, em ‘escuta da sua Palavra, no silêncio e na participação na oração coral dos monges ”. Reservas e informações: Tel. 055/862074 (Centro de Espiritualidade) ou 055/862251 (Abadia), www.vallombrosa.it.

Região da Província de Arezzo:

Camaldoli – Mosteiro e Ermitério de Camaldoli – O complexo monástico é composto pelo Mosteiro e pelo Ermitério, que se encontra a uma distância de 3 km mais acima. Fundada por volta do ano mil por San Romualdo, tornou-se então a Casa Mãe dos Monges Beneditinos Camaldulenses. Está inserida nas matas da Floresta Casentinesi, numa natureza que expressa toda a sua força pacificadora e revigorante. É interessante visitar as celas com a particular estrutura em ‘espiral ‘, projetada para proteger os monges do frio do inverno nas montanhas. Se é apaixonado pela arte também saberá que algumas pinturas de Vasari se encontram na Igreja do Mosteiro. Enquanto no Ermitério está a terracota ‘ Virgem com o Menino e os Santos’ de Andrea della Robbia . E na Antica Farmacia di Camaldoli você pode comprar o delicioso licor ‘Lacrima d’Abeto’. No Ermitério de Camaldoli a hospitalidade aos peregrinos sempre foi uma prerrogativa importante, tanto que ainda hoje para quem deseja dormir em Camaldoli existe uma série de quartos que podem acomodar até 200 pessoas! Há 4 opções de hospedagem, no sagrado Ermitério (Sacro Eremo), no Mosteiro (Monastero), Foresteria (Hospedaria), e as Casas Colonicas (ficam a 10 km do Monastério).Todos são imersos na paz da floresta, representam duas dimensões fundamentais da experiência monástica: a comunhão e a solidão. Em 2019 a estadia custa 60 euros por pessoa / dia em pensão completa e 50 euros em meia pensão. Atenção, em Camaldoli os celulares não funcionam! Para informações: www.camaldoli.it – ​​Tel. 0575/556013. No entanto, a comunidade sempre esteve aberta à partilha, através da hospitalidade, das conferências, dos encontros dedicados aos jovens, dos retiros. Opções de hospedagem:

  • períodos de partilha dos ritmos da vida monástica, com possibilidade de participação na oração litúrgica e, eventualmente, de entrevistas pessoais;
  • acolhimento nos tempos da Quaresma, Páscoa, Advento e Natal para momentos de retiro e oração;
  • propostas espirituais e culturais (ver programa anual);
  • recepção de grupos autogestionários (paróquias, associações religiosas e leigas, escuteiros, conferências culturais, grupos de meditação, etc.…).

Foto http://www.laverna.it/

Chiusi della Verna – Santuário Franciscano de La Verna –  Devido à sua posição esplêndida, o Santuário de La Verna, na província de Arezzo, é visível de todo o Casentino e do alto Val Tiberina. A montanha que a acolhe (1283 metros), é coberta por um belo e milenar bosque de faias e abetos. Entre os lugares de San Francesco, o Santuário de La Verna é um dos mais importantes. Em um terreno doado por um conde local que ficou fascinado ao ouvir as palavras do Frade de Assis, São Francisco criou um dos primeiros eremitérios franciscanos da Toscana. Aqui ele recebeu os estigmas, um evento que moldou e inspirou muitos dos lugares e edifícios. Em La Verna, todos os arredores serão descobertos. O santuário, de fato, está inserido em um contexto natural selvagem e incontaminado onde as matas dominam: as Florestas Casentinesi. Além da natureza maravilhosa, você também pode admirar obras de arte como terracota de Andrea e Luca della Robbia e algumas telas de Giorgio Vasari. Na Foresteria que está localizada no edifício principal, tem 72 quartos para um total de 105 camas, e fica a 3 km de distância do Santuário, isolado no meio do bosque, e o Oásis de São Francisco com capacidade para 50 camas, além da capela e da sala de conferências. O Ermitério é possível hospedar-se, porém é reservado exclusivamente aos religiosos, para não perturbar a meditação mais intensa da fé. Os preços (219) são pensão completa custa 63 euros por pessoa, mas é reduzida para 55 euros para estadias de pelo menos 3 dias. O resultado é um sucesso surpreendente, que no verão quase sempre se esgota! Para uma consulta detalhada, visite o site www.santuariolaverna.org – há 72 quartos! Tel: 0575/5341. Via del Santuario della Verna, 45, 52010 Chiusi della Verna – AR. Veja nosso texto sobre o Santuário – O Santuario della Verna: o local onde São Francisco recebeu as chagas

Cortona – Ermitério delle Celle – São Francisco deixou vários vestígios de sua presença na Toscana. O Eremo le Celle dei Frati Cappuccini, um pequeno convento fundado por São Francisco de Assis em 1211. Nas encostas do Monte di Sant’Egidio e atravessada por uma impetuosa ribeira de montanha, é uma das que mais se manteve inalterada. Característica são as pitorescas pontes de pedra que unem os edifícios do complexo. A visita à célula de São Francisco será certamente uma experiência comovente e sugestiva. O monastério é constituído por pequenas celas (quartos), onde os monges levavam uma vida de oração e meditação. Hoje é possível hospedar-se nestas “celas” (quartos) de apenas dois metros por dois, que acomodam apenas uma pessoa, para reviver a experiência dos Frades Capuchinhos e experimentar seu ritmo de vida e de oração, porém hoje reservado exclusivamente aos religiosos. Na área do Ermitério há algumas casas onde é possível se hospedar, veja aqui. Endereço: Case Sparse, 73, 06065 Torreone, Cortona AR. Telefone: 0575 603362 – Leia o texto que escrevemos sobre o Eremo – Le Celle em Cortona: maravilhoso retiro de São Francisco

Eremo delle Celle

Na região da Província de Livorno:

Livorno – Santuário de Nossa Senhora (Madonna) de Montenero – Para continuar nossa busca de relaxamento e espiritualidade nos mosteiros toscanos, passamos das montanhas ao mar, perto de Livorno. Situado em uma colina acima da cidade e com vista do mar, ergue-se o Santuário da Madonna di Montenero, um imponente conjunto arquitetônico administrado pelos monges beneditinos Vallombrosani, que aqui vivem desde 1792. Após uma série de restaurações realizadas no século XIX, o Santuário foi definitivamente embelezad0 e concluída no século passado, quando o Papa Pio XII declarou a Madonna de Montenero “Mater Etruriae”, ou seja, a Padroeira da Toscana. Visitar o Santuário é certamente uma experiência inesquecível, pela imponência dos edifícios que o compõem e pelas inúmeras obras de arte guardadas no seu interior. Durante a visita não se pode deixar de visitar a galeria dos ex-votos, onde estão 700 objetos doados pelos fiéis pelas graças recebidas de Madonna di Montenero. De sua posição feliz, 300 m. acima do nível do mar, a vista do Santuário não tem preço: o porto de Livorno, a Ilha de Elba e nos dias mais claros a Córsega se oferecem para avistar, para mergulhar ainda mais na magia e na espiritualidade do lugar.  Os peregrinos podem encontrar hospitalidade na casa de hóspedes do mosteiro. Para informações www.santuariomontenero.org ou ligue 0586/579627.

Na região da Província de Siena:

Asciano – Abadia di Monte Oliveto Maggiore – É um complexo monástico localizado no município de Asciano (Siena), sede da Congregação Beneditina do Monte Oliveto. Foi fundada em 1313 pelo Beato Bernardo Tolomei. Situado numa colina, no seio de um bosque de ciprestes, carvalhos e pinheiros, é um dos monumentos mais importantes da Toscana pela sua importância histórica e territorial e pela grande quantidade de obras de arte que contém. A Abadia está aberta à hospitalidade e organiza conferências religioso-culturais, acampamentos escolares. É possível participar da liturgia junto com a comunidade monástica. Para mais informações: www.monteolivetomaggiore.it ou tel. 0577/707652. Veja o texto que escrevemos sobre a Abadia – Abadia de Monte Oliveto Maggiore e seus afrescos incríveis

 

Abadia di Monte Olivetto Maggiore

Montalcino – Abadia di Sant’Antimo – A Abadia de Sant’Antimo, italiana: Abbazia di Sant’Antimo, é um antigo mosteiro beneditino localizado em Castelnuovo dell’Abate, na comuna italiana de Montalcino, Toscana, Itália central. Fica a aproximadamente 10 km de Montalcino e a 9 km da Via Francigena, a rota de peregrinação para Roma. A hospitalidade é um dos valores que sempre caracterizou a abadia de Sant’Antimo, habitada ao longo dos séculos por monges beneditinos. A abadia é o lugar ideal para organizar dias de retiro espiritual para grupos de jovens e famílias que podem almoçar nas salas San Benedetto e Santa Scolastica ou ao ar livre na área equipada adjacente a elas. Os grupos também podem usar a cozinha autogerida. A pousada monástica da abadia, localizada na aldeia de Castelnuovo dell’Abate, pode acomodar indivíduos ou pequenos grupos que desejam organizar retiros espirituais de vários dias ou simplesmente passar algum tempo na paz e no silêncio deste lugar. A pousada dispõe de 10 quartos duplos, distribuídos por dois pisos.Localita’ S. Antimo, 222, 53024 Castelnuovo dell’Abate. http://www.antimo.it/ospitalita.html

Poggibonsi – Convento Basilica di San Lucchese – O Convento foi fundado por São Francisco (1213) por ocasião de sua visita ao Val d’Elsa, ao qual se juntou San Lucchese, fundador da Ordem Terceira Franciscana, que morreu em 1260,. A grande igreja gótica foi construída em sua homenagem, que dá nome ao complexo monástico. Estrutura de proporções harmoniosas e rica em obras de arte que se ergue em uma pequena colina, imersa em um belo parque repleto de nascentes de água. A fachada da igreja do século XII é em forma de sino, precedida por um pórtico. O interior de nave única preserva valiosos afrescos do século XIV e um belo dossal de Della Robbia. No refeitório, encontra-se o afresco de Cerino da Pistoia de 1513, a multiplicação dos pães. Na sacristia pode-se admirar um guarda-roupa com 17 painéis em arabescos, com figuras de santos e apóstolos. As Santas Missas são celebradas nos dias de semana às 8.00 nos feriados às 8.00-10.30-17. Possibilidade de compartilhar sua vida monástica com os frades. Grandes celebrações com funções solenes, feira de caridade e fogos de artifício para San Lucchese, dono da basílica em 28 de abril. Hospitalidade: 25 quartos para indivíduos ou grupos para retiros espirituais e conferências religiosas. www.sanlucchese.org

Outras regiões:

LUCCA – Vergemoli – Ermitério di Calomini  – Ele está localizado em Garfagnana e está literalmente “encravado” na encosta da montanha que parece pairar ameaçadoramente sobre os edifícios. A sua origem deve-se à aparição da Virgem Maria, embora a tradição popular tenha transmitido duas lendas diferentes. O que importa é que a imagem de Nossa Senhora ainda conservada na Igreja é venerada há séculos e visitada por inúmeros peregrinos. Cuidada originalmente por alguns eremitas frades capuchinhos desde 1941. É um verdadeiro local de silêncio e paz com uma vista de cortar a respiração, para dizer o mínimo. Localita Eremo di Calomini 5, 55020 Vergemoli, Fabbriche di Vergemoli. Leia o texto que escrevemos sobre este Ermitério – Os locais mais incríveis da região da Garfagnana

Eremo di Calomini

NOVO – GROSSETO – Poggio del Sasso – Comunità monastica di Siloe, Monastero dell’Incarnazione – nas encostas do Monte Amiata, você pode dormir na pousada de baixo impacto ambiental construída pelo escritório de arquitetura Edoardo Milesi & Archos (são apenas 5 unidades, um estúdio com cama de solteiro, banheiro, cozinha e uma pequena varanda que tem vista para o vale). Strada San Benedetto 1, Poggio del Sasso. http://www.monasterodisiloe.it

PISTOIA – Montecatini Alto –  Monastero di Santa Maria a Ripa –   http://www.monasterodellebenedettine.com

PISA – San Giuliano Terme – Monastero di Santa Maria Madre della Chiesa e di San Benedetto   – http://www.benedettinepisa.it/accoglienza/

Aproveite a sua viagem à Toscana para quebrar a rotina estressante que nos aflige a todos e aproveite as férias para se proporcionar alguns momentos de verdadeira paz. Seja qual for o lugar do espírito que você escolher para visitar, o silêncio e a tranquilidade serão o presente precioso que uma Toscana diferente poderá lhe oferecer. Uma Toscana onde você desacelera e pára, não importa se para orar ou simplesmente para pensar. Descubra connosco também o lado íntimo e espiritual de uma região que, como um mosaico colorido, oferece a quem a visita muitas peças de diferentes tonalidades.

banner2

O Passeios na Toscana é uma empresa de venda de serviços turísticos, criada por Deyse Ribeiro, guia de turismo autorizado e especialista em turismo na Itália. Aqui você pode reservar tours particulares em português na Toscana e na Itália, além de serviços como transfers, sessões fotográficas, passeios de barco,  tours gastronômicos, aula de culinária, organização de casamentos e muito mais. Conheça nossos TOURS e EXPERIENCIAS.

Não deixe de baixar os mapas grátis da Toscana aqui!