Manual de Sobrevivência para as praias italianas

14/jul | por Deyse Ribeiro

Estamos em pleno verão europeu, tempo de ir ao mar e aproveitar as maravilhosas praias italianas.

Desde que vim viver na Italia percebi que alguns hábitos, regras e modos na praia são diferentes dos brasileiros e por isso resolvi fazer um Manual de Sobrevivência para as praias italianas, com intuito de ajudar aos leitores de não cometer os normais “foras” que os turistas dão quando vão pela primeira vez em um pais.

IMG_0075 (2)

Leia ainda os outros textos sobre praias que ja escrevi:

Passar o dia na praia, em Itália pode ser um pouco diferente do que você pode estar acostumado.  Assim que o tempo começa a aquecer, os italianos vão para a beira-mar. Como o verão avança,  quilômetros e quilômetros de costa ao longo de todo o país se enche de turistas e visitantes.

Toscana Mappa

Ao longo das margens da Toscana há centenas de quilômetros de praias e enseadas, desde as praias de areia de Marina de Carrara, as baías rochosas do norte ao redor de Livorno, até as praias de Cecina e da Maremma, e enseadas da baía do Monte Argentario.

AS PRAIAS ITALIANAS:

Na Italia existem 2 tipos de praias:

1. Spiaggia Libera: quer dizer que é publica, ou ha um espaço livre para “estender a sua canga”.

2. Spiaggia Attrezzata: que foi dada em concessão pelo estado, ha um “estabelecimento balneário” ou seja, um local que oferece em geral bar, cadeiras e guarda-sol, bem maior que os nossos quiosques no Brasil e mais organizado. Nessas áreas não é possível usufruir do espaço sem pagar, ou seja, não pode chegar ali pelo mar e “estender a sua canga”, deve pagar pela cadeira e guarda-sol.

Nas áreas de praia libera, livre, pode ter algum “estabelecimento balneare”, ai nesses casos ele ficara marcado com cordas para delimitar o espaço livre daquele com concessão.

DPP_029

Marina di Vecchiano

Em geral ha vários tipos de “estabelecimento balneare”, ou seja clubes de praia, desde os que parecem um verdadeiro resort de luxo, aos que tem bar e cadeiras. Mas em geral, oferecem:

  • estacionamento
  • 2 cadeiras (podendo ser espreguiçadeiras) + guarda-sol + 1 mesa pequena
  • ha sempre ao menos um salva-vidas, que aqui na italia se chama “bagnino”
  • os “bagnini” que estabelecem as cadeiras e armam os guarda-sois
  • geralmente há um bar que vende lanches, água, bebidas e até mesmo instalações para refeições com vista para o mar
  • um chuveiro
  • quartos para troca de roupa
  • banheiros
  • às vezes há piscinas, e playgrounds para crianças
  • aluguel de caiaques e atividades esportivas

Se você optar por ir a um desses estabelecimentos, vai custar em media, de €15 – €30 para o dia, para alugar um guarda-chuva + 2 cadeiras, mas nos locais mais refinados os preços podem subir.  Veja alguns pontos positivos e negativos:

Positivos:
– o estacionamento é geralmente incluído no preço da sua estadia, ao pagar pelas cadeiras pergunte.

DPP_017

entrada de um estabelecimento balneare

– ter um salva-vidas de plantão é reconfortante. O mar é seguro, mas é o mar!
– trazer cadeiras e guarda-sol em viagem não é fácil, por isso pra quem quer fugir do sol é realmente a melhor opção, pois o sol é bem forte no verão! Nada como tirar uma soneca com a brisa do mar… e na sombra!
– é confortável para usar o banheiro, fazer um lanche, comprar uma garrafa de água, usar a conexão wi-fi e para trocar de roupa.
– quem esta com crianças é mais tranquilo, pois eles geralmente tem parquinhos e atividades para crianças, alem de bar que é útil.
– normalmente ha uma área próxima ao mar, somente com cadeiras para se bronzear ao sol, sem guarda-sol

DPP_037

Marina di Pietrasanta

Negativos:
– barulho: alguns possuem musica, outros colocam as barracas muito próximas uma das outras, voce praticamente ouve a conversa do seu vizinho o tempo todo… e italiano não é discreto pra conversar…

DPP_001

Marina di Carrara

– Um guarda-chuva menos caro geralmente significa que a praia é uma praia popular, ou uma praia, que é um ponto de ônibus local para os moradores, (por isso, embora sombrinhas custam menos para estes grandes praias, você pode tera que pagar estacionamento publico, que normalmente é por hora – faixa azul).

UM DIA DE PRAIA:

O acesso a todas as praias está disponível para todos, menos as que estão dentro dos Parque com Reserva Natural, como Parco di San Rossore (Pisa) e Parco della Maremma (grosseto).

O que fazer e o que não fazer nas praias italianas: O MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA NA PRAIA:

IMG_2118

Marina di Vecchiano (Pisa)

Aqui está uma lista de dicas úteis para ir à praia na Itália, pois cada pais que se vai, um costume se encontra:

  • Traga o seu protetor solar. A atividade principal praia na Itália é o bronzeado, até ficar laranja! É uma questão de honra voltar para casa com um bronzeado profundo, escuro e ser saudado com as palavras “bella abbronzata” (ótimo bronzeado.) Se a sua pele é mais pra “branquela”, certifique-se de trazer seu alto protetor solar SPF e um grande chapéu.
  • Menos é mais! Senhoras, tragam um biquíni! Não importa a forma, desde adolescentes as “nonnas” todas as mulheres usam biquini! Dificil achar alguém em um maiô de uma peça. Para os homens uma variedade incrível, mas ate as tanguinhas dos anos 70 se encontra!
  • Sem marcas! As famosas marquinhas de sol não são amadas na Itália. Apesar do toples ser permitido, poucas mulheres tiram parte de cima do biquini. A grande maioria tira as alças, enrola, alias, até as nonas enrolam as alças do biquini!
  • Vocabulário: Sdraio ou lettini são palavras em italiano para espreguiçadeiras para pegar sol e sedie, são as cadeiras, ja os ombrelloni, são os guarda-sóis.
a direita sdraio ou lettini e a esquerda uma sedei

a direita sdraio ou lettini e a esquerda uma sedia

Em uma SPIAGGIA ATTREZZATA ou seja, uma praia com um club (estabelecimento balneare):

  • Se você quiser em um estabelecimento balneário em agosto, é uma boa idéia para fazer uma reserva. (É a época mais cheia do ano!)
  • O pássaro madrugador recebe a boa vista. Chegue cedo. Em muitas cidades do litoral, muitas famílias alugam mensalmente os guarda-sois à beira-mar, ano após ano após ano. Se você quer um local privilegiado perto da água, você precisa para chegar à praia cedo, cerca de 09:00 ou você pode ligar com antecedência e pedir Prima Fila, a primeira linha.
  • Cheguei e sentei? não! Quando chegar no Club, peça a sua opção de guarda-sol e um dos funcionários dizem as opções que sobraram para escolha e o preço, que geralmente é somente para o dia todo, mesmo se você ficar somente 2hs.
  • Que horas são? Mesmo quando em férias, os italianos tem um cronograma. Na manhã vão do bronzeamento a leitura e, em seguida, passam para almoço entre as 01:00 – 02:00 da tarde. Você pode ter uma refeição completa nos clubes, nos restaurante ou comer um sanduíche ou salada no bar. Mesmo em guarda-sois, é possível ver algumas famílias com pequenos piqueniques com sanduíches trazidos de casa. Depois do almoço nada de água. Geralmente nas horas logo após o almoço, os italianos preferem digerir em terra. As crianças pequenas, muitas vezes, são levadas de volta para casa para uma sesta à tarde, retornando no final da tarde. As horas depois do almoço são gastos cochilando, descansando e jogando de cartas, e meu deus, como jogam!!!
  • IMG_1920
  • Aperitivo! Uma vez que o sol se põe, é a hora do aperitivo, e muitos desses clubs oferecem musica, drinks, e áreas confortáveis com muitas almofadas brancas e pessoas glamourosas bebendo copos frios de prosecco ou mojitos. Depois do jantar e até tarde da noite uma série de clubes de praia são transformadas em discotecas com música e dança, às vezes até de madrugada.
Marina di Bibbona

Marina di Bibbona

Em uma SPIAGGIA LIBERA, ou seja, uma praia livre:

  • entre a praia pelos estabelecimentos balneares a pé, e procure próximo uma área livre, pois geralmente ao menos alguns metros de praia são livres
  •  para ir a uma praia livre, como elas são usadas pela população local, ha sempre um transporte publico, procure saber o ônibus que para perto da sua praia.
  • as praias em costeiras e enseadas rochosas são muito utilizadas pelos italianos, e muitas das famosas áreas costeiras como costa amalfitana e Cinque terre possuem poucas áreas com areia. Existem trilhas, atenção, use ténis!
  • todos os italianos que vão as praias publicas livres, trazem a própria comida e bebida, não se assuste… faz parte da cultura italiana… quando vem com família, chegam a trazer pequenas geladeira, que não são para cervejas, mas para a comida e agua.
  • IMG_1820

    Marina di Carrara

  • ir para uma praia livre não significa ir “a farofa” (bom sou mineira e esse era o termo que a gente usa em minas): eu quando quero mesmo descansar procuro praias livres e procuro ficar em uma área mais afastada porque eu amo dormir e ler um bom livro (não fico pegando sol), como tudo aqui acaba sendo democrático, não quer dizer que vão somente pessoas sem dinheiro é mais por uma escolha. Elas são seguras.
  • Traga braçadeiras das crianças para a natação.
  • Não esqueça o filtro solar.
  • Traga moedas para os parquímetros
  • Nem sempre ha estacionamentos, muitas que ficam perto de estradas o estacionamento é caótico!

Praias com Bandeira Azul em Itália

A bandeira azul é atribuída pela União Européia as praias com base em critérios rigorosos, incluindo a qualidade da água, o código do praia de conduta, educação ambiental e gestão (incluindo limpeza de praia e disponibilidade de banheiros) e serviços de segurança (incluindo salva-vidas adequados e acessibilidade cadeira de rodas).

Veja as praias que ganharam a “bandiera blu” em 2015 no texto –> As melhores praias da Toscana

MARE

Praias de nudismo:

Eis o elenco das praias de nudismo da Toscana, segundo o site ItaliaNaturista.it site da Associação dos Naturistas :

Na Toscana há muitos trechos de costa onde o naturismo é praticada. Os naturistas tentam manter a tradição frequentando esses lugares. Somente com a presença constante de naturistas que se pode “evitar a degeneração e esperança para o futuro, em um reconhecimento oficial” como explica o site. No entanto, lembre-se sempre de que o naturismo não é “e não deve ser considerada uma ofensa criminal, conforme determinado pelos numerosos pronunciamentos das autoridades”. Para mais informações, escreva para info@naturismoanita.it

IMG_1917

San Vincenzo (Livorno)

Praias naturistas estão listadas a partir do norte e indo em direção do Sul :

Sassoscritto (LI): Trecho de rochas na localidade ‘Romito, alguns quilômetros ao sul de Livorno. Você tem que estacionar o seu carro na estrada e, em seguida, fora por uma trilha curta e íngreme.

Marina di Bibbona (LI): Naturismo é praticado em mais ao sul da praia de Marina di Bibbona (LI). Estacione o seu carro na praça em frente ao acampamento. Siga o caminho até o mar e, em seguida, continue para o sul por cerca de 15 minutos até que você conhecer outros naturistas. 

Isola d’Elba (LI): Naturismo é praticada em muitas enseadas. De particular interesse são dois lugares. O primeiro é a praia di Felciaio nel Golfo Stella (Capoliveri). Pela rodovia provinciale Porto Ferraio-Porto Azzurro tomar a junção para Lacona, a partir dai continuar por 2 km. O segundo é um trecho da costa entre Seccheto e Fetovaia, também no sul. 

San Vicenzo (LI): Fora do centro da cidade, uma praia de areia, atras de pinheiros, local chamado di Nido dell’Aquilla.

Castiglione della Pescaia (GR): É uma longa faixa costeira (a poucos quilômetros) da praia, entre Castiglione e Marina di Grosseto; deixando o carro no maior número de áreas de estacionamento, você vai caminhar ao longo de um belo trecho de floresta de pinheiros e aproximadamente 20/30 minutos a pé, você pode encontrar alguns naturistas. 

Marina di Alberese (GR): Praia de areia fina, em um ambiente limpo, perto do Parque Natural dell’Uccellina. Va ao  estacionamento de Marina di Alberese (GR), continue ao longo da praia em direção  ao sul. Depois de cerca de 1,5 km a pé você encontrará naturistas.

Monte Argentario (GR): No sul do Monte ha uma praia chamada de Feniglia. É acessível a pé através de uma bela floresta de pinheiros, ou de Port’Ercole andando na praia. Naturistas estão concentrados na parte central da praia, menos lotada.

Capalbio (GR): Muito boa porque colocada em uma reserva WWF é a praia com vista para o Lago de Burano. A única maneira de alcançá-la é caminhando ao longo da praia. Ideal para aqueles que querem um dia muito calmo.

 IMG_0321

Então aproveite o seu verão italiano em uma boa praia!

Fotos: PasseiosNaToscana®

tag: Manual de Sobrevivência para as praias italianas

 

Nao deixe ainda de conhecer mais das praias italianas no Blog Viagem na Italia, com as praias mais bonitas de Italia, e vários textos sobre o belíssimo mar da Sicilia com o blog Descobrindo a Sicilia.



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!

  • Post perfeito, Deyse! Um verdadeiro manual que todo brasileiro que vem para a Itália no verão deveria ler.
    Só discordo um pouco em relação aos biquínis. Talvez o povo das bandas de cá seja um pouco mais conservador, mas maiôs também são bastante usados pelas senhoras, principalmente aquelas mais gordinhas.
    Quando eu era magra e ia pra praia com um biquíni “menorzinho”, no estilo brasileiro, notava olhares fulminantes por parte das italianas rsrs.
    Bjos!
    Patricia

    • Ah sim Patricia, aqui os biquinis muito decotados não são vistos muito bem, mas o fato que percebo é que os existem mais pessoas com duas peças, mesmo que seja tipo biquini grande que um maiô. Creio que tenha a ver com o bronzeado. Mas pode ser sim que na Sicilia seja diferente sim. Ah Sicilia… saudade dessa ilha… qualquer dia apareço ai.. abraços!

  • Muito bom o texto, prima! E adorei uma foto em específico. ;D

    • hahahaha pois é tinha que colocar as fotos que tinha… não da pra reconhecer miguem ne… quando vc vem me visitar de novo? quem sabe pra pegar uma prainha… abs

      • ;D Em breve! Na verdade, estaremos aí na Itália em setembro, só que somente 4 dias. Vamos a um daqueles lagos pertinho de Milão! Topa nos encontrar por lá se não estiver super duper ocupada? 🙂

        • Oi, pois é vou la em agosto! Em setembro trabalho como uma louca! Fica pra próxima. Estica pra ca! Um abraço.

  • Pingback: Toscana - Praia - Curtindo a ItáliaCurtindo a Itália()