Luminara de Pisa, a cidade iluminada por 100.000 velas!

11/jun | por Deyse Ribeiro

Na Luminara de Pisa, a cidade será iluminada por 100.000 velas, num espetáculo imperdível, saiba mais!

Na noite de 16 de junho, dedicado a São Ranieri que é santo padroeiro da cidade, Pisa será iluminada por milhares de velas que desenham os contornos de edifícios e pontes, criando um efeito impressionante e único, que parece trazer o visitante de voltar no tempo.

P1040588

Cerca de 100 mil velas são colocadas em copos de vidro fixados em molduras de madeira pintadas de branco (chamada de “biancheria”), construídos sobre a arquitetura dos edifícios, pontes, igrejas e torres com vista para o rio Arno. Ainda são colocadas muitas velas flutuantes no Rio Arno criando um jogo encantador de luz e reflexos.

A Piazza dei Miracoli ficará iluminada com tochas de óleo colocados ao longo do perímetro do Duomo e do Batistério e nos andares da Torre Pendente. A Ponte della Fortezza fecha a iluminação para o leste, enquanto o Citadella, uma fortaleza de 1400, em parte reconstruída, por outro lado, torna-se o ponto de referência para os fogos de artifício que começam em torno de 23:00 h.

Em 25 de Março de 1688, na capela da Catedral de Pisa, intitulado all’Incoronata, foi solenemente colocada uma nova urna contendo o corpo de Scaccieri Ranieri, padroeiro da cidade, que morreu em santidade em 1161. Cosimo III de Médici ‘queria o velho caixão contendo a relíquia fosse substituído por um mais moderno e suntuoso.

A troca da urna foi ocasião para uma festa memorável, a partir do qual, segundo a tradição, começou a iluminação de Pisa, que é chamada pela primeira vez a LUMINARA (iluminação). No entanto, a ideia de celebrar uma festa que ilumina a cidade com lâmpadas de óleo não foi uma invenção do momento, mas um hábito nascido de tempo e gradualmente estabelecido em eventos particularmente solenes ou festivos, não necessariamente ligado ao culto do santo padroeiro. Na verdade, pode-se encontrar evidências claras desta tradição: 14 de junho de 1662 foi realizada a iluminação em homenagem a Princesa Louise Marguerite d’Orleans, futura  esposa de Cosimo II, que passou de Pisa para ir a Florença.

P1040615

Existem também vestígios de edições anteriores, como a que foi organizada em honra de Vittoria della Rovere durante a festa da noite para o carnaval de 1539.

Nascido com o intuito de acender as janelas das casas, para a passagem de desfiles ou procissões, a  Luminara, seguindo os desenhos espetaculares dos novos tempos, foi tomando forma no século XVIII, com arquitetura brilhante, de livre imaginação para aplicação em edifícios, que cada vez menos respeitavam as estruturas reais, inventando formas bizarras que transformaram a cidade e, especialmente, a margem do rio, em um cenário de fantasia efeito teatral. Em alguns edifícios, a iluminação, no entanto, continua a ter a função de destacar as estruturas existentes.

Se tornou a celebrar a  Luminara di San Ranieri em 1952 e a tradição durou até 1966. Em novembro do mesmo ano, a violência da inundação causou o colapso da Ponte Solferino e longos trechos do rio Arno. Houve, então, uma nova interrupção das iluminações, que foi retomada em junho de 1969 e continua até hoje!

Barradas de artesanato, acessórios, doces e jogos de percorrer todas as ruas do centro da cidade, além de música ao vivo nas ruas e praças da cidade.

Durante o evento, as pessoas são convidados a votar pelo “mais belo edifício” que com o seu jogo de luz fascinante e surpreendente, se destacou.

Ainda no dia 17 acontece o Palio di San Raniere em Pisa, leia mais.

Conheça a história do evento lendo o texto do blog do ano passado, A Luminara di Pisa – 16/06, veja fotos e videos.

PROGRAMA  DE 2017:

Sexta 16 de junho – Luminara

às 15 os voluntários começam a acender as velas.
A partir do por do sol é possível ja admirar a Luminara
Esse ano o evento começa aos anoitecer na cidade de Pisa e as 23:00 acontece a explosão dos fogos de artifícios posicionados em 8 locais ao longo do Rio Arno.

Terça 17  de junho – Palio di San Ranieri

as 21:00 –  regata dei Gozzi, assim chamada porque determina a ordem do Palio da Reppublica Marinara que acontecerá no domingo.
às 21:30 – Desfile dos Barcos do Palio
às 22:00 Palio di San Ranieri dei quartieri storici

Domingo, dia 18 de junho –  Regata delle Reppubliche Marinara

15:às  45 – partida do desfile histórico
às 17:30 – início da Regata
às 21:00 – piazza dei Cavalieri, show com i Night Fishers
às 22.30 – premiação dos vencedores

*Este post contém indicações para  serviços de afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.


Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Mapa

Participe e dê seu pitaco!