O Jardim do Tarô, maravilha no sul da Toscana!

16/maio | por Deyse Ribeiro

Na cidade de Capalbio, imersa na região da Maremma no sul da Toscana, se encontra o Giardino dei Tarocchi, um local mágico, que te fará sentir no filme “Alice no Pais das Maravilhas”!

IMG_4637

Entre 1979 e 1996, a artista francesa Niki De Saint Phalle criou uma obra que pode ser considerada como a realização suprema da sua carreira artística, em uma área entre a costa e as colinas arborizadas na região de Maremma Toscana. Este consiste de uma série de enormes esculturas, entre doze e quinze metros de altura, representando os 22 Arcanos Maiores do Tarô. A inspiração para este jardim esotérico era, sem dúvida, o belo Parque Guell projetado por Antonio Gaudi em Barcelona, uma vez que existem várias analogias claras entre a obra de Niki de Saint Phalle e que do artista espanhol, não só na escolha dos materiais utilizados, mas também na natureza simbólica de cada um.

A AUTORA:

Foto: Wikipedia Commons

Foto: Wikipedia Commons

Niki de Saint Phalle nasceu na França em 1930, foi criada em Nova Iorque e depois, em 1950 se transferiu novamente na Europa, onde iniciou a sua atividade artística. Em Barcelona descobriu a arquitetura de Gaudí, da qual a influência será presente em todas as suas operas. Nos anos 70 começou a sua produção de esculturas “Nanas “,  figuras humanas enormes, cheias de curvas femininas, figuras habitáveis, a primeira das quais, a Hon, foi criada em 1966 para o Museu de Estocolmo e o mais famosa, la Tete, foi concluída em 1973 na floresta de Milly- la-Forêt, na França e declarada monumento nacional pelo presidente Mitterrand. Niki desde 1979 se concentrou principalmente na construção do Giardino dei Tarocchi, mesmo sendo chamada com frequência para trabalhar na França, ja que a sua fama foi crescendo, onde o mesmo Mitterrand comissionou 2 fontes, uma delas a Fontana Stravinsky no Centro  Georges Pompidou em Paris. Ainda realizou a Arca de Noé com Mario Botta em Jerusalem e o Angelo em Zurique. Morreu em San Diego em 2002. É possível encontrar obras de Niki ainda em Osaka, Los Angeles e Estocolmo.

 IMG_4638

O JARDIM:

Mas a obra mais expressiva de Niki de Saint Phalle se encontra nesta pequena cidade de Capalbio, no sul da Toscana, o Jardim do Tarô – Giardino dei Tarocchi. A área do parque foi doada pela família Caracciolo a artista.

O Sol: simbolo da força vital

O Sol: simbolo da força vital

O parque foi realizado entre 1979 e 1996 e é uma verdadeira viagem no sonho e na imaginação. O Giardino del Tarocchi é uma obra out sider, pois é possível caminhar ao interno das grandes esculturas, podendo ser considerada também uma obra arquitetônica, é um projecto complexo e único realizado como um percurso espiritual único.

O arquiteto Mario Botta, em colaboração com o arquiteto Roberto Aureli, desenhou o Pavilhão de entrada, uma parede com uma grande abertura circular no Centro, concebida como um limiar que divide claramente o jardim da realidade cotidiana.

DPP_0023

A vista do Jardim, no fundo a “Lua”, carta da imaginação creativa

Ao ultrapassar essa área, entramos em um mundo esotérico, uma grande mesa, onde vai descobertas, uma por uma, as 22 cartas do Tarô, esculturas de até 15 metros de cores fortes e vibrantes. As operas representam os 22 arcanjos maiores do tarô e foram realizadas com estrutura de ferro recobertos de mosaicos de espelhos, cerâmica e  vidros de Murano. E uma curiosidade, por terem essa estrutura de metal, elas são anti-sismicas!

Niki, para construir seu sonho,  foi ladeada por uma equipe de nomes famosos na arte contemporânea como Rico Weber, Sepp Imhof, Paul Wiedmer, Dok van Winsen, Pierre Marie e Isabelle Le Jeune, Alan Davie, Marino Karella e, especialmente, por seu marido Jean Tinguely que morreu em 1991 e  que criou as estruturas metálicas.

DPP_0015

Dentro da Imperatriz

Na ópera também cooperou Ricardo Menon, amigo e assistente pessoal de Niki de Saint Phalle, e Venera Finocchiaro ceramista de Roma.

Terminado somente no verão de 1996, em 1997 Niki de Saint Phalle criou a Fundação Giardino dei Tarocchi cujo objetivo é preservar e manter a obra criada pela escultora. E no dia 15 de maio de 1998, o jardim foi aberto ao público.

Por causa do tipo de estrutura e forma peculiares das esculturas, e para preservar a atmosfera mágica do local, o Jardim há visitas restritas, somente am alguns períodos do ano, limitados em uma faixa horária predeterminada, por um numero restrito de visitadores. Não há visitas guiadas e nem um itinerário fixo, essas foram escolhas estipuladas pela própria Niki.

foto

pequeno mapa do Jardim, que fica no ingresso de entrada

“Muitas dificuldades eu encontrei durante o percurso: a saúde, as finanças, a solidão. Hoje vejo que todas essas dificuldades faziam parte do percurso que eu deveria percorrer para ter o privilégio de criar este Jardim.” Niki de Saint Phalle.

Para conhecer mais sobre Niki e o Jardim, leia este texto em inglês.

No fim deste texto há uma séria de fotos, clique para aumenta-las. Em cada foto há a identificação da carta do tarô e seu significado.

 Veja agora alguns vídeos que fiz no dia que visitei o local.


DISTANCIAS:
De Roma: 1:30hs
De Florença: 2:30hs
De Pisa: 2:15hs
De Grosseto: 1h
De Orbetelo: 20 min

COMO CHEGAR:
Só de carro mesmo! Não ha ligação de transporte público.

 ONDE FICAR:
Eu quando visitei a cidade, estava viajando pela inteira área da Maremma, portanto optei por ficar próximo de Orbetelo, em um local calmo e tranquilo, e fiquei no Potere del Priorato, gostei muito, bonito, limpo, tranquilo e um café da manhã de rei!
Mas também você pode ficar em Capalbio,  no centro, no Borgo Magenta, cidade linda, ou fora da cidade nas opções: Relais La Cerreta,  Locanda Rosa e Agriturismo San Mauro.

INFORMAÇÕES:
Il Giardino dei Tarocchi – Capalbio – Grosseto
Loc. Garavicchio, 58011 Capalbio Grosseto
Tel. 0564 895122 
tarotg@tin.it
https://www.nikidesaintphalle.com

Visitas durante o período de abertura:
Data de abertura: 1 de abril
Data de Encerramento: 15 de outubro
Durante o período de abertura não se aceitam reservas.
Horário de visitas: 14:30-19:30

Visitas durante o período de fechamento:
No período de fechamento, se aceitam visitas somente reservadas com antecedência e com um minimo de 15 pessoas.
De novembro a março 8:00-16:00
(Exceto sábado e domingo, feriados e no período de 22 dezembro – 7 janeiro )
De novembro a março, no primeiro sábado de cada mês, das 9h00 às 13h00, pela vontade da fundadora,  Niki de Saint Phalle, foi concedida entrada gratuita para os visitantes.
Se o sábado acima mencionado é um feriado, a abertura será feita no próximo sábado.

PREÇOS DE ENTRADA
Bilhete completo € 10,50
Crianças dos 7 aos 16 anos 6,00 €
Estudantes 6,00 €
com idade acima de 65 anos 6,00 €
Crianças menores de 7 anos entrada gratuita
As pessoas com deficiência entrada gratuita

*Este post contém indicações para  serviços de afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

Leia também:

 



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Mapa

Participe e dê seu pitaco!