Conheça Capalbio, um burgo com uma paisagem espetacular

28/maio | por Deyse Ribeiro

Capalbio, uma belíssima cidade medieval que fica no confim entre a Toscana e o Estado do Lázio, é uma cidade extraordinária que fica guardada no coração de quem a visita. A atmosfera que se respira é aquela de uma vilarejo tranquilo, imerso na natureza, uma posição geográfica que permite um panorama magnífico, mas além disso, muita história, monumentos, gente agradável e ainda um belo mar que atrai muitos visitantes.

DPP_008

Eu visitei a cidade em abril de 2014 e vou contar um pouco dessa cidade que me encantou, onde ainda visitei o Giardino dei Tarocchi (Jardim do Tarô), sua atração mais conhecida, ja falei dela em outro texto aqui no blog. Fiz um pequeno roteiro e ainda no final do texto coloquei muitas fotos da minha visita. Vem comigo!

DPP_012

Capalbio

Foto: Wikipedia Commons

Foto: Wikipedia Commons

História:

O nome Capalbio acredita-se que tem origem do latim Caput Album, que seria “testa calva”, provavelmente essa seja a razão de encontrarmos logo na entrada da cidade, na Porta Senese o brasão de um leão segurando uma cabeça careca.

Suas origens começa por volta a 806 d.c., quando Capalbio tornou-se propriedade da Abadia delle Tre Fontane, por doação de Carlos Magno. Por volta do séc. XII a aldeia acaba sob o domínio do clã Aldobrandeschi e, em seguida, sob o governo da República de Siena. Durante estes anos, a cidade acumula riqueza e muitas obras públicas são concluídas, como a fortaleza. Em 1555 foi invadida pelas tropas espanholas que levou Capalbio a uma profunda crise econômica e demográfica, além de grande parte devido à malária.

DPP_003

Quando a aldeia é anexada ao Granducado da Toscana, Capalbio perde a sua independência (que retoma em 1960) e permanece no marasmo, povoada por bandidos.

Este passado negativo é acabou. Capalbio hoje é uma encantadora cidade medieval  muito animada durante todo o ano, mas, acima de tudo, no verão. Das antigas muralhas, reconstruídas por Siena, a fim de defender o centro, é possível admirar uma vista deslumbrante da área da Maremma. A Fortaleza de Aldobrandeschi com a sua torre destaca-se sobre os telhados vermelhos das casas de pedra. Próximo a ele fica o Palácio Collacchioni que remonta ao período renascentista e que exibe o piano usado por Giacomo Puccini, quando passou suas férias ali.

Visitando a cidade:

Os pontos de interesse foram marcados no mapa ao fim do texto.

Nana

Nana

A visita começa pela Piazza Belvedere (1), uma praça com um panorama magnífico ao sudoeste até a costa, e no centro desta se encontra a obra de Niki De Saint Phalle, a Naná, de 1999. Nikki é a autora do Parque do Tarô, atração famosa da cidade.

DPP_010 DPP_005

A muralha de Capalbio é dupla, a primeira de época medieval, construída entre o século XI e século XII do Conte Aldobrandeschi, e segunda, mais alta, renascentista. A muralha tinha a função de defesa e de guarda (no alto para vigiar a chegada dos invasores), por isso a Rocca, uma enorme torre que vigia a cidade.

DPP_034 DPP_028 DPP_026

Entrando pela Porta Senese (2), construída quando Capalbio ficou sob o domínio de Siena, possui uma lapide que lembra que em 1418 essa passou por uma reforma, além de um brasão dos Médice, lembrando a passagem para o Granducato da Toscana, aproveite e faça um giro pela muralha da cidade (3) e prepare a maquina fotográfica para tirar muitas fotos!

DPP_007 DPP_031 DPP_030

Depois entramos na Piazza Magenta (4), uma delicia de praça medieval e onde é possível começar o “camminamento delle guardie“, ou seja, o caminho de ronda dos guardas naquela época, subindo as escadas, o panorama é maravilhoso, de perder de vista, é possível ver o mar, os lagos, a costa D’Argentario e os bosques.

DPP_014 DPP_009

Seguimos as pequenas vias até a Rocca Aldobrandeschi e Palazzo Collachioni (5), este Palácio foi construído nos primeiros anos do séc. XIX e que anexou a antiga  torre (Rocca) medieval e realizado uma casa de propriedade do Senador Collachioni. Hoje funciona o Ponto de Informação turística onde é possível obter mapas, comprar livros e cartões da cidade. O Palácio também é um Museu, onde é possível visitar seu interno: no andar térreo ha um pátio central, cortile, onde há ainda o poço para a recolha da água da chuva, nos outros dois andares são conservados afrescos e móveis de época, destaque para o Fortepiano Conrad Graf, usado por Giacomo Puccini que gostava de vir passar as suas férias na cidade.

DPP_015 DPP_016

DPP_017 DPP_020 DPP_019

Continuamos andando em volta da Torre e encontramos a Igreja de San Nicola (6),  do séc XII, onde se encontram vários afrescos  dos séc. XIV e XV, uma delas atribuída a Ambrógio Lorenzetti. Sainda da igreja, virando a esquerda encontramos o Arco Santo e a  “testa maschile” (7), é uma cabeça de um homem em mármore que parece sair da parede, acredita-se que seja um retrato do Imperador Adriano do II séc d.c.

DPP_023 DPP_024 DPP_025

Perca-se nas vielas e ruazinhas dessa pequena cidade medieval e imagine como é viver naquela época.

Fora do centro histórico, vale a visita o Oratório della Providenza (8), onde ha um afresco de PInturicchio do séc XVI.

Fora da cidade:

Parco dei Tarocchi: (9) Parque das Cartas do Tarô de Niki De Sanit Phalle, um mundo esotérico, uma grande mesa, onde vai descoberta, uma por uma, as 22 cartas do Tarô, esculturas de até 15 metros de cores fortes e vibrantes. As operas representam os 22 arcanjos maiores do tarô e foram realizadas com estrutura de ferro recobertos de mosaicos de espelhos, cerâmica e  vidros de Murano.

A Papessa: representa a intuição, o irracional e o inconsciente

A Papessa: representa a intuição, o irracional e o inconsciente

– Reserva Oasis WWF lago de Burano (10):  A Reserva do Lago Burano, conhecida como Zona de Importância Internacional, foi criada em 1980 e está sobre a gestão da WWF. Ela ocupa uma área de 410 hectares entre Ansedonia e Chiarone, 140 dos quais são ocupados pelo lago. A parte de vegetação é muito rica, a fauna é abundante, especialmente no inverno, quando é possível observar gansos selvagens, gaivotas, andorinhas do mar e garças, além de vários outros pássaros migratórios. O lago é salgado e separado do mar Tirreno por uma tiras finas de dunas de areia. Dentro da área protegida fica a Torre di Buranaccio (11), construída por volta de 1600 por tropas espanholas.Hoje, é um edifício privado e só é acessível a partir do mar.

Foto: Wikipedia Commons

Foto: Wikipedia Commons

Foto: Wikipedia Commons

Foto: Wikipedia Commons

– As praias: A costa de Capalbio se estende a cerca de 12km desde Orbetello até o final da Toscana – que é um monte de belas e por vezes isolada praia à espera de ser exploradas!
Se você está procurando algo seguro e calmo  é melhor ficar com as principais praias. Há três que alinham a costa. A primeira é La Torba (13), próxima ao Monte Argentário, depois Machiatonda (14), e na divisão com o estado do Lázio, Chiarone Marina, também chamada de Ultima Spiaggia (12). Estas praias também ficaram entre as melhores praias da Itália pela Blu Travel Guide, publicado anualmente pelo Touring Club Italiano.
Para aqueles que se sentem um pouco mais aventureiro, Capalbio tem muitas praias desertas que normalmente requerem um pouco de caminhada para chegar.
As praias de Capalbio são todos definidos por dunas costeiras e de água geralmente muito calma e acolhedora. Em uma manhã calma e quente de verão, não há nada melhor do que um passeio na areia fina e um mergulho em uma das praias limpas e despoluídas do Capalbio.

Praia di Chiarone Foto: Wikipedia Commons

Praia di Chiarone
Foto: Wikipedia Commons

Mapa Geral:

clique sobre cada marco vermelho

Eventos:

– 20/05 – Festa do Patrono, San Bernadino
– Julho – Capalbio Art:  festival de cinema – www.capalbioart.it
– agosto – Feira de Livros na Piazza Magenta
– agosto – Sagra de fine estate: festa gastronômica de despedida do verão
– setembro – Sagra del Cinghiale: Festa Gastronômica do Javali, são servidos pratos com este especialidade.
– outubro – Capalbio Cinema Internacional Short Film Festival: Festival Internacional de Curtametragem

Compras

DPP_006

No centro de Capalbio, na Via Vittorio Emanuele II, a uma curta distância um do outro estão os antigos Antiquariato Mariotti Capalbio Liquori onde você pode levar para casa algumas lembranças gastronômica do lugar: mirto di Capalbio, o amargo Tiburzi (licor), creme e mel, massas e molhos, patês, geléias e azeite fresco. Sobre o amargo Tiburzi, há uma curiosidade a ser revelada, vinculada ao nome da bebida, pois Tiburzio era um “Lampião” dos italianos que encontro refúgio em Capalbio por muitos anos e foi morto na cidade.

Ainda Capalbio ha 5 tipos de vinho sobre a denominação Capalbio DOC, onde poderá encontrar tinto (50% sangiovese), branco (50% trebbiano), rosado e vin santo (doce). Ainda é presente a DOC Ansonica Costa D’Argento (85% de ansonica + trebbiano ou vermentino).

Comidinhas:

Acquacotta Foto: Wikipedia Commons

Acquacotta
Foto: Wikipedia Commons

Entre os pratos imperdiveis estão:
– salame de Cinghiale: salame de javali
– Acquacotta: sopa com ovo, tomate, pimenta, cebola, pão e queijo
– Brigoli: espaguetes feitos a mão com massa com leveduras de pão
– Gnocchi incotti: gnocchi de farinha cortados manualmente
– qualquer prato com Cinghiale, ou seja javali.

polenta com Javali

polenta com Javali

Onde comer:

Trattora La Torre de Carla: lindo visual, otimo peixe e comida típica.

Onde dormir:

Como se tratando da área da Maremma, ainda indico ficar em um Agriturismo fora das cidades para sentir a paz e a natureza do local.
Eu quando visitei a cidade, estava viajando pela inteira área da Maremma, portanto optei por ficar próximo de Orbetelo, em um local calmo e tranquilo, e fiquei no Potere del Priorato, gostei muito, bonito, limpo, tranquilo e um café da manhã de rei!
Mas também você pode ficar em Capalbio,  no centro, no Borgo Magenta, cidade linda, ou fora da cidade nas opções: Relais La Cerreta,  Locanda Rosa e Agriturismo San Mauro.

Como chegar:

Ha uma estação de trem, Stazione di Capalbio Scalo, onde passam trens vindos de Pisa e Roma.
E de lá, pegar o ônibus 12/0 e parar na Piazza Belvedere no centro de Capalbio, viagem de 15/20 min.


Mas a melhor opção mesmo é o carro, assim você pode ficar livre para descobrir o território.

Distâncias:

1:40hs de Roma
2:40hs  de Florença
1h de Grosseto
30 min de Orbetelo

 

Fotos: PasseiosNaToscana® 2014

Informações:

www.comune.capalbio.gr.it – info@comune.capalbio.gr.it
informações turísticas: 0564896611

– Palazzo Collachioni 
Horario de abertura das 9 as 13 e das 15:30 as 18.
Preço visita: 2,50 euros por pessoa

Giardino dei Tarocchi
veja o texto com as informações aqui.

– Reserva Oasis WWF lago de Burano:
Strada Prov. del Chiarone 35
58010 Capalbio Scalo (Gr) – mapa aqui
site – telefone: 0564 898829 – e-mail lagodiburano@wwf.it
Aberto de setembra a maio somente com visitas guiadas,  domingos as 10.00 e as 14.30.
Visite estive, in luglio e agosto, lunedì, mercoledì e sabato solo su prenotazione, alle ore 18:00.
Para Birdwatcher e fotógrafos é possível a abertura em horários diferenciados a concordar.
Veja as atividades de 2014 ja marcadas aqui.

Leia também:

*Este post contém indicações para  serviços de afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Participe e dê seu pitaco!