Suvereto, um burgo medieval com boa gastronomia e vinhos de excelência

15/abr | por Deyse Ribeiro

Suvereto é uma vila medieval sugestiva com suas muralhas ainda intactas, situada a uma curta distância  da cidade etrusca de Populonia e do vilarejo de Bolgheri.

Suvereto_6

Suvereto é uma pequena cidade com pouco mais de 3.000 habitantes, originada antes do ano 1.000. Fica na província de Livorno e seu nome vem do latim “suber“, ou seja, cortiça, porque há muitas árvores de cortiça.

Suvereto_5

A cidade fica em uma colina não muito longe do mar, tem um clima particularmente suave, fica entre as colinas do chamado Val di Cornia, ao fim das Colline Metallifere – os “montes de metais”, nome dado às colinas da região cheios de minério. Do alto da cidade é possível ver o mar Tirreno, o Golfo de Follonica e, mais além, a ilha de Elba. E ainda está incluído entre I borghi più belli d’Italia (um dos burgos mais bonitos da Itália).

Suvereto_16

É caracterizada por uma paisagem montanhosa com oliveiras antigas e preciosos vinhedos, tanto que faz parte da Associação Città del Vino, que classifica as cidades ligadas aos bons vinhos da Itália. A pitoresca cidade, cercada por muros antigos, possui monumentos de especial interesse histórico e artístico, começando com a fortaleza Aldobrandeschi, construído pela família Aldobrandeschi em uma posição dominante, na segunda metade do século XII.

Suvereto_12

O Palazzo Comunale, construído no século XIII, possui uma torre que era usada como sino para convocar a assembleia dos anciãos da cidade.

A Igreja de San Giusto Vescovo, realizada entre os séc. IX-XII, foi construída sobre a estrutura de uma igreja paleocristiana, e a Igreja de San Michele Arcangelo, que hoje abriga o Museu de Arte Sacra, são bons exemplos de edifícios dedicados à religião.

Suvereto_31

 

Dos seus 3.000 habitantes, metade deles vive no centro histórico e o restante se espalhou pelos campos e nos pequenos centros de San Lorenzo, Montioni, Forni, Prata e Belvedere. As casas no centro histórico, cuidadosamente restauradas nas últimas décadas, assumiram a cor da pedra local, de caráter semelhante a região da Maremma Toscana, e realmente sugestiva.

Suvereto_22

Gastronomia e vinho:

Suvereto faz parte dos circuitos nacionais e internacionais das associações mais importantes de gastronomia e vinho. Mesmo sendo um pequeno vilarejo, faz parte da: Cidade do Vinho (Città del Vino), Cidade do Azeite (Città dell’Olio) e Cidade Slow Food. Em seu território estão espalhadas numerosas fazendas, fábricas e vinícolas, algumas de fama internacional, onde é possível saborear produtos típicos e pratos que vêm de uma genuína tradição gastronômica.

Quanto ao vinho, desde os anos 90, Suvereto ganhou destaque no mundo do vinho pela sua qualidade, mas o reconhecimento oficial veio em 2000, com um a denominação da sub-área específica “Suvereto”, dedicado a um vinho tinto de grande valor como parte do Val di Cornia DOC. Na região há vinhedos de cabernet, merlot e outras uvas de expressão, junto com o histórico sangiovese, a uva mais típica da Toscana.

PETRA - SUVERETO - vinicola_3

Suvereto também é terra de boas oliveiras. As colinas ao redor da cidade são caracterizadas pela cor prateada dos olivais que crescem vigorosamente, graças ao clima e terreno adequados. Se você ama o azeite extra-virgem, este é o lugar para você! Existem muitas oportunidades para desfrutar e degustar o azeite, se vier em novembro ou dezembro (época da colheita), terá então a oportunidade de ver as colheitas pelas estradas (não ha cercas pelas estradas das fazendas) e também de provar o azeite fresco!

Nos muitos restaurantes da região, você vai encontrar uma deliciosa cozinha local: soppressata (un tipo embutido feito com várias partes do porco, salsiccia di cinghiale (linguiça de javali), cinghiale con le olive (javali cozido com azeitona), pappardelle col cinghiale (tipo de massa típico ao molho de javali), além de outras carnes selvagens.

Festas:

festa meideval - suvereto_24

 

Em dezembro e em julho não deixe de  assistir as magníficas festas em que a cidade mantém suas antigas tradições, como a Sagra del Cinghiale (feira do Javali), a Festa Medieval, o Palio delle Botti e o Non solo Olio. Os festivais acontecem no centro histórico: folclore, exposições, conferências, vendas de produtos locais, desfile histórico com trajes de 1200, com a disputa tradicional dos arqueiros e a reconstituição da concessão da Carta Libertais, quando ocorreu a liberação da cidade.

No “Non solo Olio“, que acontece em dezembro, há exposições, degustações, debates e venda de azeite extra virgem, a fim de apresentar o “olio nuovo“, ou seja, o azeite fresco produzido no ano e promover a produção local de todo o Val di Cornia.

A Festa Medieval mais famosa acontece na segunda quinzena de julho, eu já fui e adorei!!! Chama-se “Subertum reditus in medio devo”, por duas noites Suvereto parece voltar à Idade Média. Pouquíssima luz elétrica, a cidade é iluminada com tochas e velas, com a população em massa que se veste em traje medieval, transformados em antigos artesãos e donas de casa que oferecem os pães da época, enquanto nas esquinas das ruas ocorre a “troca das moedas de euro com a antiga suveretane” , e na Rocca Aldobrandeschi ficam os acampamentos das milícias, dos guerreiros. Nas ruas ocorrem ainda festas com músicos e malabaristas.

A grande atração é o “Matrimonio medievale“, um verdadeiro casamento medieval, e não é uma ficção, mas um casamento legal, real, a noiva e o noivo e sua comitiva em trajes medievais, incluindo o prefeito, celebram o casamento. O noivo espera a noiva, que chega à cavalo, em frente ao Palazzo Comunale como em 1200, em seguida, ocorre o “Jantar Medieval”, o tradicional encontro com os pratos da culinária medieval, preparados de acordo com as receitas da época. A Festa Medieval termina com a festa da concessão, em 1201, da Carta Libertais, quando ocorreu a liberação da cidade.

O Palio delle Botti acontece duas vezes por ano: o Palio di S. Croce, em homenagem ao padroeiro de Suvereto em maio (mas que esse ano foi marcado para o dia 23 e 24 de abril) e o Palio do Imperador, à noite no início de agosto, em memória do Imperador Arrigo VII di Lussemburgo, que segundo a lenda, morreu em Suvereto. Uma corrida difícil e cansativa em que equipes de “spingitori” empurram os barris de 500 litros (vazios, claro) nos paralelepípedos antigos do centro histórico. A festa faz parte de um circuito de corridas da Associazione delle Città del Vino.

O que visitar:

Entre os monumentos mais interessantes que estão localizados em Suvereto, temos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

1. Rocca Aldobrandeschi: uma fortaleza do século X, construído pela família Aldobrandeschi, que fica no alto da cidade. A fortaleza, depois de diversas batalhas, caiu no desuso. No século XIX foi convertida e usada como uma casa, depois novamente abandonada. Somente em 1980 o castelo foi comprado pelo município de Suvereto, restaurado e aberto ao público para ser visitado e admirado em todo seu esplendor.

Suvereto_30

2. Pieve di San Giusto Vescovo e seu Museu: na entrada do centro histórico, ao lado da porta da muralha da cidade fica a igreja, e ao seu lado fica o Oratorio della Confraternita della Misericordia e del Santissimo, que hoje funciona como Museu de Arte Sacra. Além da igreja ser um dos mais interessantes edifícios românicos da Toscana, o museu de arte possui uma valiosa coleção feita de: pinturas, esculturas em madeira, alguns fragmentos de pedra, relíquias, paramentos e mobiliário, todos os objetos da igreja de San Giusto e outros lugares sagrados da cidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

3. Convento di San Francesco:  embora o convento tenha sido convertido em casas particulares, ainda mantém os traços de sua história e, no seu claustro ainda intacto, há concertos e espectáculos regularmente. Este mosteiro foi construído no século XII, em terreno doado pela família de Aldobrandeschi, e foi fechado por  Elisa Bonaparte Baciocchi, a irmã de Napoleão, que governou a região.

Suvereto_20

4. Palazzo Comunale: foi construído no século XIII, possui uma torre que era usada como sino para convocar a assembleia dos anciãos da cidade. Hoje ainda mantém a sua função, é sede do Comune, ou seja, é a prefeitura da cidade.

5. Museo artistico della Bambola: o museu de arte do boneco fica na via Magenta no centro histórico de Suvereto. Certamente este museu é ideal para famílias com crianças, já que dentro dele há um número incontável de bonecas de todos os tipos, como bonecas feitas de madeira, de papel machê até bonecas de pano e de porcelana. Este museu foi criado a partir de uma coleção  da senhora Maria Micaelli, todas as bonecas nesta coleção são de origem italiana, e oferecem uma visão geral de como mudaram os hábitos e costumes dos brinquedos e das bonecas com o passar dos anos. Portanto, este não é apenas um museu sobre bonecas, mas é também uma forma de mergulhar na história, mas de um ponto de vista diferente: a do mundo das crianças.

Suvereto_26

Ainda interessante de conhecer temos a  Chiesa del Santissimo Crocifisso e Chiesa della Madonna Sopra la Porta. Perto do Convento de San Francesco fica a Igreja de SS.Crocifisso, do século XVI. Já a Igreja della Madonna Sopra la Porta possui uma pintura da Imaculada Virgem com o menino Jesus, do século XVI.

Na cidade de Suvereto você também pode visitar o Parco Naturale di Montioni, que faz parte dos Parques do Val di Cornia. Em seus 5.000 hectares de superfície, há um patrimônio natural rico de fauna e flora, e ainda interessantes vestígios arqueológicos de vários períodos. Em especial, no coração, você ainda pode ver o pedreiras de mineração do período napoleônico, a terme della Bacoca, local dos banhos termais de Elisa Bonaparte, irmã de Napoleão, e o seu obelisco comemorativo. O parque tem uma pousada e está equipado para passeios a pé, mountain bike e passeios a cavalo.

Suvereto_28

Onde ficar:

A região de Survereto é rica em hotéis e pousadas hospitaleiras e ainda vinícolas onde dormir. Como está próximo de muitas cidades, você pode escolher se hospedar em: Monteverdi Marittimo ou Massa Marittima, onde você pode ficar a preços razoáveis! Já em Bolgheri há várias opções mais luxuosas e se quer uma opção mais próxima ao mar, pode escolher ficar em Marina de Bibbona ou San Vincenzo, onde as praias são lindas

  • Veja opções de hotéis aqui.
  • Veja opções de casas para temporada aqui.

Suvereto

Como chegar:

Para chegar a Suvereto, você pode escolher entre várias opções:

De carro:  vindo do norte pegar a A12 Genoa-Livorno-Rosignano Marittimo, saia em Rosignano Marittimo e pegar a SS1 em direcção Venturina-Piombino-Elba, em seguida, pegar a SS398 até Suvereto. Vindo do Sul, percorra a A12,  sentido de Civitavecchia, depois pegue a SS1 em direcção à Grosseto e continue até Suvereto.
Os aeroportos mais próximos são Pisa e Florença, respectivamente 105 km e 168 km

De ônibus: é possível chegar à cidade de ônibus vindo de Monterotondo, Campiglia, estação de trem de Campigli, Veturinia e Monteverdi Marittimo. Linha 03 A e R.

De trem: as estações mais próximas são Campiglia (onde você pode pegar o ônibus), ou Bolgheri (que não tem ônibus para Suvereto).

festa meideval - suvereto_28

*Este post contém indicações para  serviços de afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.


Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Mapa

Participe e dê seu pitaco!