By

Saiba o que ver em Castiglione della Pescaia, um pitoresco burgo medieval no coração da Maremma Toscana.

castiglione della pescaia 2 1024x407

  • Itália para Brasileiros

Castiglione della Pescaia é uma das jóias da Maremma. Com a sua antiga fortaleza com vista para as águas azuis do mar Tirreno, é uma das mais belas cidades costeiras da Toscana. Localizado em uma área de extensas praias e belos pinhais, é o destino ideal para quem deseja umas férias mais tranquilas, rodeadas pela natureza.

É uma cidade de mar e ao mesmo tempo uma característica cidade medieval com muralha ao redor da cidade.

Perfeito para umas férias em família no verão, Castiglione della Pescaia tem águas claras e seguras, resorts relaxados, mas que também é um destino romântico para casais. Se você visitar fora de temporada, encontrará tranqüilidade, charme do de uma cidade pitoresca e um pôr do sol impressionante.

Está localizado a 45 km. da cidade de Grosseto na parte sul da Toscana, na Maremma (veja o que é a Maremma AQUI).

Castiglione della Pescaia 22 300x200

Castiglione della Pescaia – Um castelo sobre o mar azul claro

O nome fala por si: um castelo (Castiglione) e um porto de pesca (Pescaia). O castelo, hoje uma residência privada, foi construído pela República de Pisa, que utilizou o porto de pesca de Castiglione como um elemento-chave no seu sistema de defesa ao longo da costa do Tirreno. Foi então ampliado no século XV.

O centro historico fica na parte alta da cidade em cima da colina de Poggio Petriccio e se reconhece pelos característicos edifícios em pedra. Passeando entre as ruelas misteriosas e pavimentadas é possível desfrutar de um importante patrimônio cultural, visitando os inúmeros prédios civis e religiosos. Tudo isto com a agradável presença de restaurantes ítpicos, lojas de artesanato local e mercadinhos.

Castiglione della Pescaia 11 300x200

Se você pegar a Via del Recinto, caminhe pelas muralhas medievais até a cidade velha e aprecie a vista espetacular da costa. Você pode visitar a Igreja de São João com a sua torre do sino peculiar, em seguida, caminhar de volta ao longo da fotogênica Via della Fortezza para a parte moderna da cidade. Aqui você encontrará as pequenas e atraentes butiques, hotéis e restaurantes.

Do alto, através dos muros , se abrem paisagens de tirar o fôlego seja da costa, que da planície da Maremma.

História da cidade

No tempo dos etruscos do IX ao III a. C, um grande lago salgado chamado Lago Prelius,  se unia com o mar, onde hoje è Castiglione. As margens do lago se desenvolveram importantes cidades como Roselle e Vetulonia.

As origens de Castiglione della Pescaia datam do período romano, como testemunham hoje algumas importantes descobertas encontradas ao longo das margens do rio Bruna, em particular as ruínas da antiga Villa Romana de Paduline.

Castiglione della Pescaia 8 200x300

A cidade passou continuamente de “mãos”, pertencia à família Aldobrandeschi, que mais tarde passou sob o controle dos Monges da Abadia di San Salvatore, depois para a família de Lambardi, ainda à cidade de Pisa, à República de Siena e, finalmente, ao Grão-Ducado da Toscana, com a família nobre De’Medici.

Sob o governo dos Medici, começou a repopulação do povoado, que tinha sido barbaramente reduzido por conta de invasões e o agravamento das condições ambientais. Foram trazidas para o povoado as famílias provenientes do norte da Itália.

Em 1765, sob o governo de Pietro Leopoldo I, começaram as obras de melhorias do pantano, dirigidas pelo jesuita Leonardo Ximenes. Ele fez construir um canal e sobre a foz, construiu um edifício chamado La casa Rossa (a casa vermelha), para regular o fluxo das aguas.

Castiglione della Pescaia 5 200x300

Entre 1828 e 1838, época de Leopoldo II, foram feitas outras obras de melhorias, dirigidas por Giorgini que dividiu o litoral em 5 bacias para tentar secar naturalmente o pântano. Ainda hoje existe, mas muito reduzido, o pântano da Diaccia Botrona.

Há muitos edifícios e monumentos localizados na cidade, que representam os símbolos e testemunhos do passado e da história desta área, entre os quais certamente lembramos a Casa Rossa Ximenes, de origem renascentista, o Palácio Pretoriano, a Igreja de Santa Maria de Giglio e a Igreja de São João Batista.

O que ver:

A beira mar de Castiglione della Pescaia, nos proporciona  escorços encantados e è um dos pontos de encontro da cidade.

Durante o dia, os estabelecimentos balnearios porporcionam aos banhistas todo o necessario para se divertirem na praia e a noite viram pequenos restaurantes e barzinhos.

O porto

Caminhando pela beira mar, no fim da praia nos deparamos com o porto, que é um verdadeiro canal natural criado pelo rio Bruna. Antes do rio cruzar com o mar, ele cria esta verdadeira doca onde estacionar as embarcações.

Castiglione della Pescaia 3 300x225

Aqui se encontram desde verdadeiros barcos de pescadores ate iates de luxo, passando também pelos barcos que fazem excursões diárias por ilhas encantadoras.

Ainda andando pela plataforma do porto existe um farol que ainda funciona, de cor vermelha, onde vale a pena esperar o por do sol! E por que não, se você estiver hospedado por ali, comprar  peixe fresquinho…

O centro historico

Visitando o centro historico você vai reconhecer a origem medieval da cidade! Os muros de pedra são a verdadeira expressão deste período. Percorrendo a via del Recinto você terá a oportunidade de se deliciar com uma visão panorâmica extraordinária!

Castiglione della Pescaia 4 225x300

Não pode faltar uma visita na Igreja de San Giovanni, a sua torre campanária se apoia numa torre circular. E nesta igreja também que se encontra a relíquia do santo padroeiro da cidade, San Gugliemo d’Aquitania.

Voltando pela via della Fortezza se passa na parte moderna da cidade onde se encontram formosas lojinhas para o momento de shopping!

O Castello de Castiglione della Pescaia

La no alto, no centro historico, se encontra o castelo, que tinha função de forte. Foi construído no séc. VIII, por comissão da Igreja de Roma. Mais tarde, no período da dominação de Pisa, foram construídos os muros e as torres para defesa da cidade.

Em 1447, Alfonso d’Aragona decidiu construir as duas torres principais e deste modo a estrutura representa um caracteristico castelo. O castelo passou por vários proprietários e no fim de 1800, o arquiteto de Grosseto Lorenzo Porciatti, tomou posse e decidiu fazer do castelo a sua casa de verão!

Torre di via Cristoforo Colombo

Torre de defesa que surge  em direção do mar, por motivos histöricos vem datada como de 1200.

Torre Lilli

Uma das principais torres de defesa da cidade, uma construção de origem medieval que nasce sobre a antiga rota do muro medieval construído pelos Pisanos.

Castiglione della Pescaia 10 200x300

Chiesa della Compagnia del Corpus Domini

Antiga igreja da cidade, nasceu no período renascentista como lugar de culto para os doentes e os necessitados e no interior existem alguns frescos feitos no estilo barroco. A partir do sec. XIX a igreja foi progressivamente sendo abandonada e hoje foi incorporada entre as construções do centro historico.

Castiglione della Pescaia 19 300x200

Chiesa di santa Maria del Giglio

A igreja remonta a 1200 e nasceu provavelmente con o nome de Cappella di Santa Maria della Porta. O aspecto atual è devido o restauro feito em 1700.  A particularidade dessa igreja è que foi construida com material recuperado do eremiterio abandonado de Santa Petronilla.

Pieve di San Giovanni Battista

Capela de origem medieval quase totalmente restaurada no século XVI, mas a construção original de 1051. Ao seu lado foi erguida a torre campanária no século XX eme estilo gótico.

Museo Multimediale di casa Rossa Ximenes

É um museu interativo projetado pelo conhecido físico Paco Lanciano. A casa Vermelha Ximenes (conhecida como a Fábrica das cataratas em português) foi construída em 1765, com  projeto do matemático jesuíta Leonardo Ximenes, encarregado pelo Grão-duque Pietro Leopoldo.

Ele deveria intervir nas obras de melhoramento do pântano da Maremma de Grosseto. Hoje é também um centro de visitas da Reseva Natural de Diaccia Botrona. Um centro de recepção e informação e o ponto de partida das excursões em barquinhos e diversas outras atividades que  centro oferece. Veja maiores informações abaixo.

Vetulonia: arqueologia e museu

O vasto sítio arqueológico é o que resta dos antigos assentamentos que ocorreram ao longo dos séculos e que formaram os vestígios da atual aldeia de Vetulonia, que em vez disso é caracterizada por uma aparência predominantemente medieval.

10869436 912166605489207 1817172821700921336 o 424x254

Vetulonia, em latim Vatluna, era uma aglomeração urbana localizada em uma colina com vista para o Piana di Grosseto, parcialmente ocupada, em tempos pré-históricos, por um lago que agora desapareceu (Lago Prile). Este último permitia o acesso ao Mar Tirreno antes que a retirada de suas águas da época romana, causada por depósitos aluviais dos cursos d’água, levasse à formação de um pântano sem saída marítima. Os primeiros assentamentos remontam ao século IX aC, juntamente com a primeira necrópole. Durante o século VII aC a área tornou-se o local de desenvolvimento de uma cidade mais organizada.

Hoje Vetulonia possui uma vasta área arqueológica, uma das mais importantes da Toscana, e um museu, o Museo Archeologico Isidoro Falchi. Veja maiores informações abaixo.

Villa Romana delle Paduline

Fica do lado direito das margens do Rio Bruna, ja no ponto onde se encontra o porto. É uma pequena parte do complexo arqueológico romano, descoberto em 1932 onde existia uma rica construção romana, dividida em 2 partes: uma residencial e a outra era um complexo termal. Per informação  e reserva telefone 3385623163

Museo della Guerra – Collezione Menoni Renzo

f3 66 IMG 6417 300x200

A coleção de veículos e objetos militares da Segunda Guerra Mundial nasceu da paixão de Renzo Menoni que, tendo vivido nos vinte anos e sendo um veterano do X Mas, nos anos que se seguiram ao fim da guerra, pensou em recuperar provas do período. Ao longo do tempo, foram recolhidos tantos objectos e veículos que se tornaram um destino para colecionadores e historiadores, o que levou ao registo desta colecção no Guia Europeu dos Museus Militares durante vários anos. A coleção inclui militaria em geral e veículos e motocicletas usados durante a Segunda Guerra Mundial.

Praias:

Veja nosso outro texto -> As praias de Castiglione della Pescaia

Eventos:

No verão na Casa Mora,  acontece uma Sagra (feira) enogastronômica com produtos típicos locais como pesce e tortelli, com musica ao vivo. Um bom momento para comer produtos genuínos e partecipar da vida social da população de Castiglione della Pescaia.

Nos dias 14 e 15, Festa del Mare, é uma festa de caráter religioso e folclorístico que começa com a procissão saindo da Igreja de Santa Maria Goretti, com as autoridades locais e religiosas da cidade. Os remadores  dos 5 Rioni (bairros) do Palio Marinaio levam os remos e os equipamentos coloridos. A procissao chega ate o pier de onde a procissão continuara no mar. Se forma um grande circulo com pequenos barcos e pescadores que acompanham a estatua de Nossa Senhora na viagem ao mar.

Castiglione della Pescaia 28 300x225

No dia 15 è a vez do Palio Marinaio onde os 5 Rioni (bairros) Castello, Portaccia, Piazza, Marina e Ponte irao  desafiar suas habilidades numa corrida através do rio Bruna, lançando os remos a bordo das barcas. Esse Palio existe ha 50 anos! A festa termina com fogos de artificio para comemorar Ferragosto.

Em Setembro acontece a festa Vino nel Borgo onde é possível degustar com poucos euros um copo de um excelente vinho local e também as geléias, azeite, queijo, mel e grappa.

No site oficial da cidade –veja aqui – , é possível ver informações dos eventos na cidade, o site é atualizado constantemente

Como chegar:

DE CARRO:
Do norte: Pegue a rodovia Livorno-Grosseto, saia em Follonica Nord, cruze Follonica e siga as indicações para Castiglione della Pescaia.

Do sul: Saída Grosseto Sud, em direção a Grosseto. Depois de ter passado a ponte sobre o Rio Ombrone, no sinal para dar prioridade, siga em frente e imediatamente depois vire à esquerda seguindo as indicações para Marina di Grosseto. Na rotunda, vire à direita ao longo do S.S. 322 de Collacchie. Quando chegar ao primeiro semáforo, vire à direita e siga as indicações para Castiglione della Pescaia.

DE TREM:
Desça na estação de Grosseto. Aqui será possível aproveitar os serviços de transporte público para Castiglione della Pescaia (veja abaixo).

DE ÔNIBUS:
Serviço público prestado pela Tiemme que garante ligações de e para Castiglione della Pescaia em toda a província de Grosseto. Veja no site AQUI. Opte no site por – Orari e Linea – Grosseto – extraurbano.

As linhas que ligam Grosseto à Castiglione são: 1G-A, 1G-R

Castiglione della Pescaia 300x225

Onde dormir:

Se você procura por hotéis de alto nível e conforto, as opções são:

Veja ainda –Aperitivo na Toscana, os melhores locais com vista mar -tem Castiglione na lista!

Castiglione della Pescaia 9 200x300

Informações:

CASA ROSSA XIMENES
Endereço Via Casa Rossa Ximenes – Castiglione della Pescaia
Abertura:
De 16/09 a 30/03: de quinta a domingo das 15:00 ao pôr do sol
De 01/04 a 14/06: de quinta a domingo das 15:30 às 19:00
De 15/06 a 15/09: todos os dias (exceto segundas-feiras) das 16:00 às 20:30
Preço do bilhete: € 2,50; entrada gratuita para crianças até 6 anos
Bilhete € 2,50 gratis para crianças ate 6 anos
Visita guiada em barquinho custa :
– Visita breve de 1 h 30 min custa € 12,00 por pessoa – mínimo 5 e máximo 16 pessoas
– Visita longa de 2 horas e 30 min custa €18,00 por pessoa mínimo 5 e máximo 16 pessoas
Telefone para contato e reserva 389 003 1369 -0564.484581
VETULONIA – área arqueológica
Loc. Poggiarello Renzetti e Via Case di Siena – Vetulonia
Para a visita: entrada franca
• Área Arqueológica da Costa Murata • Belvedere, Pietrera, Tomba Diavolino
horário de inverno das 8h às 17h horário de verão das 10h às 19h. Dias fechados: terça e sexta
• Área Costia dei Lippi • Tumba Belvedere sempre aberta para informação: Mibact Guardhouse Via Case di Siena, Vetulonia Tel. / Fax 0564 949587
• Área Arqueológica Scavi Città (gestão do Município de Castiglione della Pescaia)
Horário de funcionamento:
Outubro – Fevereiro: 10 – 16
de Março – Maio: 10 – 18
de Junho – Setembro: 10 – 14 e 16 – 20
Fechado em todos os feriados: Julho – Agosto aberto todos os dias para informação:
Museu Arqueológico de Vetulonia Tel./Fax 0564948058
Museu Arqueológico de Vetulonia
Abertura:
De outubro a fevereiro, das 10h às 16h
De março a maio: das 10h às 18h
De junho a setembro, das 10h às 14h; 15:00-19:00
Fechado nas segundas-feiras de feriado, 25 e 26 de dezembro, 1º de janeiro.
Julho e agosto sempre abertos.
preço:€ 5,00 cheio; € 2,50 reduzido; 1,00 € grupos escolares.
Têm direito à redução: crianças de 6 a 18 anos; alunos até 25 anos; pessoas com mais de 60 anos de idade; acompanhantes de pessoas com deficiência.
têm direito a entrada gratuita: crianças até 6 anos
Tarifas e horários de museus podem estar sujeitos a pequenas variações. É aconselhável ligar para o museu +39 0564-948058
Museo della Guerra – Collezione Menoni Renzo
gratuito, porém abre somente com reserva – tel: +39 0564 944012 -+39 339 1179932 Valentina
 Email: info@agriturismolarombaia.it
 Web: www.agriturismolarombaia.it/it/museo.html
*Este post contém indicações para  serviços de afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

 

  • Fotógrafo na Toscana
 

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.