Saiba tudo sobre a Piazza dei Miracoli de Pisa e seus monumentos

19/nov | por Deyse Ribeiro

Saiba tudo sobre a Piazza dei Miracoli de Pisa e seus monumentos, Patrimônio da Humanidade da Unesco! E descubra Pisa, cidade que tem muito mais além da torre… já contei isso aqui.

pisa - estudantes csf_40

A Piazza del Duomo de Pisa (praça da catedral), mais comumente conhecida como Piazza dei Miracoli, é uma jóia da arquitetura românica e, desde 1987, é Patrimônio da Humanidade da Unesco. Ela é caracterizada não por sua torre inclinada, um dos monumentos mais famosos do mundo, mas também pela Catedral de Santa Maria Maggiore, o Batistério de San Giovanni e o Cemitério Monumental.

Os muros que cercam a praça foram construídos para proteger o centro religioso da cidade. As obras de construção começou em 1155 e terminaram após cerca de dois séculos.

Piazza dei Miracoli x Campo dei Miracoli

A Piazza dei Miracoli é muitas vezes erroneamente chamada Campo dei Miracoli. O Campo dei Miracoli (Campo dos Milagres) é, na verdade, uma zona imaginária citata na história original de Pinóquio, o lugar onde, enganado pelo Gato e pela Raposa, o bonequinho de madeira semeou suas moedinhas de ouro.

Para os pisanos, é ofensivo chamar a Piazza dei  Miracoli de Campo dei Miracoli, portanto atenção!

Pisa, piazza dei MIracoli, incisão

Pisa, piazza dei MIracoli, incisão do sec XIIIV

O que ver na Piazza dei Miracoli: os monumentos

Ao contrário de grande parte das praças das catedrais das cidades italianas, a Piazza dei Miracoli se encontra em uma posição mais afastada do centro histórico da cidade. Já desde o tempo dos etruscos a área era destinada ao culto e, hoje, constitui o centro religioso da cidade.

Os monumentos da Piazza dei Miracoli foram construídos entre os séculos XI e XIV, mas entre todos aquele que atrai os turistas do mundo inteiro é a torre inclinada, um ícone da Itália no mundo. Como se não bastasse, a praça é o maior complexo medieval da Europa, um caso único no âmbito arquitetura medieval italiana: um conjunto de obras arquitetônicas brancas e delicadas, que se destacam em um gramado verde, criando um efeito belíssimo.

pisa_22

a catedral – Duomo

A Catedral de Pisa, o Batistério, o Cemitério Monumental e a famosa torre foram construídos graças ao fato de Pisa ter sido uma riquíssima República Marítima, de grande prestígio político. Assim, com os enormes ganhos obtidos após as vitórias militares ao longo do século XI, foi possível dar início à construção do complexo da Piazza dei Miracoli.

Os monumentos e museus são:

  1. Duomo – Catedral di Santa Maria Assunta
  2. Torre
  3. Battistero
  4. Camposanto
  5. Museo delle Sinopie
  6. Museu dell’Opera del Duomo

Não deixe de fazer o download no Mapa Grátis de Pisa, nele há todas as informações.

clique e faça e baixe os mapas grátis

clique e faça e baixe os mapas grátis

1. A Catedral

A catedral, dedicada a Santa Maria Assunta (assunção de Maria), é um tesouro de arte italiana. A fachada é de mármore cinza e branco e apresenta decorações de mármore colorido, enquanto a porta principal é de bronze. O interior é feito de mármore branco e preto e tem 68 colunas de pedra.

pisa_41

O púlpito de oito lados de Giovanni Pisano, apoiado por estátuas que simbolizam as virtudes, é o melhor exemplo da escultura gótica italiana de todos os tempos. Painéis em relevo retratam cenas da Bíblia com detalhes tão intrincados que é difícil acreditar que esta obra-de-arte tenha 700 anos de idade!

pisa_37

O púlpito da Catedral de Pisa

Há outros tesouros também, em particular uma bela escultura de Santa Agnese realizada por Andrea del Sarto e várias pinturas deo Ghirlandaio, um mestre que influenciou fortemente Michelangelo quando ainda era jovem.

A maior parte das obras que ficavam na Catedral foram transferidas para o Museo dell’Opera del Duomo (no momento em reforma), especialmente aquelas consideradas preciosas demais para ficar no Duomo.

Segundo a lenda, tocar na lagartixa, uma figura de bronze que faz parte da porta principal da Catedral de Pisa traz boa sorte. Eu aproveitei as festas de Páscoa, quando tiraram a proteção pra poder toca-la! #coisaquevocesosabecomumaguiadeturismo #guiadeturismo #PasseiosNaToscana #guianatoscana #italia #tuscany #Toscana #italy #pisa

Uma foto publicada por Passeios Na Toscana (@passeiosnatoscana) em

Curiosidade: A porta da frente da Catedral apresenta inúmeras decorações em relevo, entre as quais existe um pequeno lagarto que tradicionalmente traz boa sorte para quem o toca. Por isso, muitos visitantes esfregam a mão ali, coisa feita também por muitos estudantes que esperam ir bem nas provas.

A outra porta (a da foto abaixo) foi realizada por 1180 por Bonanno Pisano, é chamada de Porta di San Ranieri (padroeiro da cidade) e é de bronze. Incrível!!!!

pisa_56

As garras do Diabo

Em um dos lados da catedral, aquele que fica de frente para Cemitério Monumental, há um pedaço de mármore romano em que há uma série de pequenos buracos.
Reza a lenda que eles seriam os sinais deixados pelo diabo, quando este subiu no Duomo, em uma tentativa de deter a construção. É por este motivo que eles são chamados de “garras do diabo”. Ainda de acordo com a lenda, o número desses riscos varia cada vez que você tentar contá-los (há cerca de 150, com alguns sinais bem mais claros, por isso muitas vezes passam despercebidos e não entram na contagem).

pisa_9

pisa_6

eu contando aos clientes durante o tour essa história, entre outras…

Todos que tentam contar realmente não conseguem obter o mesmo número consecutivamente.

Que tal fazer um tour comigo e descobrir toda a história e segredos de Pisa? Saiba aqui.

2. A torre inclinada

A torre de Pisa, o símbolo por excelência da cidade, foi concebido como a torre do sino da catedral e é certamente um dos mais famosos monumentos italianos no mundo, caracterizado pela elegância inconfundível de sua estrutura arquitetônica, bem como por sua inclinação particular. As  obras de construção da torre iniciaram em 1174 e duraram quase 200 anos.

pisa

A causa da inclinação da torre é o cedimento do solo (inadequado para suportar grandes pesos), que iniciou já nas primeiras fases da construção. Para evitar que torre desmoronasse completamente, enquanto estava sendo construída, foi decidido dar uma ligeira inclinação contra a estrutura, mas esta solução não deu grandes resultados. O verdadeiro trabalho de recuperação da estrutura ocorreu na década de 90, quando a torre foi fechada porque corria grandes riscos de cair.

pisa_48

Alguns anos atrás foram realizadas algumas reformas na base da torre e ela voltou a ficar estável.

A torre iluminada

A torre iluminada no dia do padroeiro, San Raniere, na noite entre dia 16 e 17 de junho

Imaginem que a torre de Pisa pesa bem 14.453 toneladas, 58m de altura, tem seis seis andares e 273 degraus!

3. O Batistério

O Batistério de San Giovanni foi fundado em 1152 e é o maior da Itália. Ele tem o mesmo estilo arquitetônico da Catedral, tendo sido projetado por Diotisalvi inspirado no Panteão de Roma e no Santo Sepulcro de Jerusalém. É o maior Batistério da Europa.

pisa_13

A sua estrutura interna é a mesma da torre de Pisa: dois cilindros concêntricos com escadas em seu perímetro. No interior há uma fonte batismal criada por Guido Gigarelli (com quatro fontes menores para o batismo infantil) e  o púlpito de Nicola Pisano, cercado por oito colunas alternando com quatro pilares.

pisa_15

As quatro portas, colocadas nos pontos cardeais, ajudam a dar uma particularidade a mais a esta estrutura. O exterior é bonito, com seus arcos e colunas cobertas por uma cúpula distinta de azulejos vermelhos.

pisa_23

O batistério de Pisa tem uma acústica incrível dentro graças à sua cobertura, formada por um sistema de cúpulas duplas. A cada 30 minutos durante o horário de visitas, os funcionários fazem algumas entonações vocais curtas (ecos) para permitir que todos possam ouvir o impressionante efeito de som que acontece dentro do batistério.

pisa_17

Veja vídeo abaixo.

4. O Cemitério Monumental – Camposanto

O cemitério monumental da Piazza dei Miracoli é chamado Camposanto. Segundo a tradição, quando a República de Pisa decidiu construí-lo, transportou até o local, utilizando vários navios, a terra do Monte Calvário, na Palestina, de modo que seus mortos pudessem descansar em uma terra já consagrada pela presença de Cristo. Esta terra teria a virtude de decompor os corpos em apenas três dias.

Ele foi o último monumento a ser construído na Piazza, tendo sido fundado em 1277 para abrigar os túmulos até então espalhados em redor da catedral. O Camposanto é uma das mais antigas obras arquitetônicas medievais cristãs destinadas ao culto dos mortos.pisa - estudantes csf_31

Inicialmente os sarcófagos das famílias ricas foram colocados no espaço central (é lá que se encontra a terra do Monte Calvário). Sob o piso dos corredores estão colocadas as sepulturas das pessoas mais humildes. Os interiores eram cheios de afrescos, realizados principalmente por Taddeo Gaddi no século XIV. Hoje somente pessoas que participaram da vida política, clerical e institucional podem ser enterradas no camposanto, o último foi um antigo reitor da Universidade de Pisa.

pisa - estudantes csf_30

 

Curiosidade: o Batistério de San Giovanni, a Catedral de Santa Maria Maggiore,  e o Cemitério Monumental são considerados três símbolos dos momentos principais da vida do ser humano: o Batistério representa o Nascimento, a Catedral representa a Vida e o Cemitério representa a Morte.

 

5. O Museo delle Sinopie

Criado no século XIV para preservar os desenhos preparatórios dos afrescos do cemitério monumental, o Museo delle Sinopie é um lugar mágico e precioso, tanto por causa das obras-primas que são mantidas lá, quanto pelo lugar em si. A organização do interior é constituída por um sistema de plataformas ligadas umas às outras, com diferentes alturas, suportado por estruturas metálicas ancorada ao solo e suspensas por meio de tirantes.

pisa_58

A coleção de sinopias de Pisa é única ao mundo. Elas foram descobertas após um incêndio que aconteceu no Campo Santo, derivado dos bombardeios da Segunda Guerra Mundial. Para poder salvar os afrescos, foi necessário destacá-los das paredes. Foi assim que, após a remoção, foram encontradas as sinopias escondidas nos afrescos.

pisa_57

6. O Museo dell’Opera del Duomo

No complexo da Piazza dei Miracoli de Pisa há um outro museu, que abriga as obras de maior prestígio que se encontravam no Duomo. Outra seção do museu é dedicada às antigas obras de arte egípcia e romana.

Atualmente este museu se encontra fechado para reformas.

1024px-Museo_dell'opera_del_duomo_di_pisa,_sala_di_giovanni_pisano_01

 

Não deixe de fazer o download no Mapa Grátis de Pisa, nele há todas as informações.

clique e faça e baixe os mapas grátis

clique e faça e baixe os mapas grátis

Informações

Ingressos para a Torre: € 18,00 
Ingressos para os outros monumentos da praça:
1 monumento: € 5  (à escolha entre Batistério, Cemitério Monumental, Museo delle Sinopie)
2 monumentos: € 6 (à escolha entre Batistério, Cemitério Monumental, Museo delle Sinopie)
3 monumentos: € 8 (Batistério, Cemitério Monumental, Museo delle Sinopie)
DICAS:
– Você pode comprar os bilhetes para a torre no site www.opapisa.it (com antecedência de entre 45 e 15 dias.) ou nas bilheterias da Piazza dei Miracoli de Pisa. Eu indico reservar os ingressos antes porque há filas sempre.
– A subida na torre é proibida para crianças menores de 8 anos. Os menores de idade devem ser acompanhados por um adulto.
– A  entrada na Catedral de Pisa é gratuita, porém é necessário retirar o ingresso gratuito na fila
– É possível entrar gratuitamente na Capela do SS. Sacramento para fazer orações.
Como chegar à Piazza dei Miracoli em Pisa
1) A partir da Estação Central de Pisa
De ônibus:
RED LAM (em frente à saída principal da estação) até a parada Via Cameo / Piazza Manin
Ônibus Nº 4 (em frente à principal saída da estação) até a parada  Piazza Arcivescovado
A pé: esta marcado no nosso mapa
Saindo pela porta principal da estação, siga na direção da Piazza Vittorio Emanuele (na frente da estação), e a partir daí siga pela Via Crispi. Uma vez na Via Crispi, siga reto até a Ponte Solferino. Atravesse a ponte e continue até a Via Roma, prosseguindo até a Piazza dei Miracoli. A caminhada dura cerca de 25 minutos.
2) A partir da Estação Pisa San Rossore
A pé:
Saia pela passagem subterrânea da Piazza Fancelli. Continue até chegar a Via Andrea Pisano. Vire à esquerda e continue reto até chegar à Piazza dei Miracoli. Tempo: 5 minutos
*Caso esteja de carro, há uma área de estacionamento naVia Pietrasantina, a cinco minutos a pé da Piazza dei Miracoli, veja no nosso mapa.

 

Que tal visitar Pisa comigo? Veja as nossas opções de tours particulares AQUI.

*Este post contém indicações para  serviços de afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.


Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Mapa

Participe e dê seu pitaco!