Botero e Pietrasanta: uma história de amor

 •  0

By

Amor à primeira vista de Botero e Pietrasanta, uma terra repleta de charme e inspiradora!

Famoso em todo o mundo por suas obras de personagens que poderíamos definir como “curvilíneos”, Fernando Botero é um pintor e escultor colombiano nascido em Medellín em 1932 e apaixonado por Pietrasanta. Um amor que eclodiu quando, nos anos setenta, passou alguns períodos na região da Versilia.

Desde 2001, Botero foi nomeado cidadão honorário de Pietrasanta. Além disso, o artista parece ter antigas origens italianas. No distante 1780, os irmãos Giuseppe e Paolo Botero deixaram o porto de Gênova para Medellín.

Botero tem realizado diversos trabalhos nas fundições artísticas do território e nos laboratórios da região. Com o tempo, seu amor por esta terra o conquistou tanto que ele decidiu comprar uma casa, que escolheu justamente sob a Rocca di Pietrasanta. Sua casa é inconfundível, basta procurar um telhado encimado por um galo de bronze com suas asas estendidas ao amanhecer.

Botero, em Pietrasanta, também abriu um estúdio artístico não muito longe da Catedral de San Martino. Aqui no verão ele se retira para dar vida às suas esculturas.

Il Guerriero

As obras de Botero em Pietrasanta

As numerosas doações do artista à cidade também atestam o vínculo de Botero com Pietrasanta. Basta citar “Il Guerriero” (foto acima) de Botero, uma estátua de bronze feita em 1992 com cerca de 4 metros de altura que domina a Piazza Matteotti.

Também estão os afrescos que decoram a igrejinha da Misericórdia de Pietrasanta. Os dois afrescos representam o inferno e o céu, interpretados de acordo com seu estilo. No “Portão do Inferno”, o artista colocou Adolf Hitler aos pés de Satanás e de si mesmo quando eles estavam prestes a afundar na lama.

Em “Portões do Paraíso”, ele retratou Madre Teresa de Calcutá orando entre as macieiras.


As esculturas de Botero em Pietrasanta podem ser admiradas em diversos pontos da cidade, bem como em exposições temporárias. Entre elas está a exposição ao ar livre para comemorar o 80º aniversário do artista que viu suas estátuas expostas na Piazza del Duomo.

As obras de Botero também podem ser encontradas no Museo dei Bozzetti, instalado no claustro de Sant’Agostino, que abriga três esboços em gesso do artista das obras “Adam”, “Eva” e “Mulher com um guarda-chuva”, que o artista criou nos anos setenta.

A arte de Botero

Considerado um verdadeiro ícone da arte contemporânea, não há dúvida de que seu estilo é extremamente reconhecível. A principal característica é a de se basear nas chamadas “formas dilatadas”.
As mulheres de Botero, retratadas com formas curvilíneas, representam um traço distintivo do artista, tornando-o único no mundo.

Nesse detalhe das formas, porém, o artista sempre destacou “não pintar mulheres gordas, mas volumes”. A mesma coisa que ele faz com a natureza-morta, as paisagens e tudo o mais que ele dá vida com sua arte. A expansão das formas nada mais é do que a expressão da sensualidade, do prazer, da própria exaltação da vida, que tem marcado um estilo em suas pinturas.

Entre as pinturas de Botero há também uma cópia da Mona Lisa, na qual pintou a Mona Lisa com um aspecto muito jovem e decididamente mais ampliado do que as formas originais.

Também vale a pena mencionar a esplêndida representação da Via Crucis de Botero, que inclui uma série de pinturas a óleo e desenhos que traçam a paixão de Cristo.

banner2

O Passeios na Toscana é uma empresa de venda de serviços turísticos, criada por Deyse Ribeiro, guia de turismo autorizado e especialista em turismo na Itália. Aqui você pode reservar tours particulares em português na Toscana e na Itália, além de serviços como transfers, sessões fotográficas, passeios de barco,  tours gastronômicos, aula de culinária, organização de casamentos e muito mais. Conheça nossos TOURS e EXPERIENCIAS.

Não deixe de baixar os mapas grátis da Toscana aqui!