Giostra del Saracino de Arezzo, uma das festas medievais mais lindas da Toscana

15/jun | por Deyse Ribeiro

Conheça uma das festas medievais mais lindas da Toscana, a Giostra del Saracino de Arezzo, que acontece em junho e setembro.

O torneio é realizado duas vezes por ano – no terceiro sábado de junho e no primeiro domingo de setembro, na bela Piazza Grande em Arezzo. As festividades começam uma semana antes, quando os respectivos capitães fazem o juramento e decidem as eliminatórias dos “giostrai” (cavalheiros) e dos cavalos durante às noites da semana.

Toda a cidade se veste em trajes medievais para recriar a atmosfera do tempo da “antiga” Arezzo, enquanto os vários bairros da cidade desafiam uns aos outros para ganhar a lança de ouro!

Veja o nosso vídeo:

História

A Giostra del Saracino (Giostra ad burattum) é um antigo jogo de cavalaria, como exercício de treinamento militar, tem suas raízes na Idade Média, com a luta apoiada pelo cristianismo ocidental para conter o avanço dos muçulmanos.

A Giostra, que em italiano pode ser traduzidos como “torneio”, era disputado em Arezzo entre o século XV e o final do século XVI, quando era organizados memoráveis “jogos” ​​barrocos, e manteve-se até o século XVIII. O torneio era disputado por ocasião da visita de grandes personalidades (reis, príncipes), e para celebrar solenidades específicas como carnaval, casamentos, etc.

Após uma recuperação popular animada, voltou definitivamente desde 1931, na forma de uma reconstituição da “Giostra” do  século XIV, e rapidamente adquiriu um caráter competitivo.

Veja nossos tours em Arezzo:

Como se organiza:

O evento é realizado a cada ano em Arezzo no penúltimo sábado de junho, à noite (Giostra de San Donato, o santo padroeiro da cidade) e no primeiro domingo de setembro na tarde (Giostra di Settembre).

Como os protagonistas são quatro antigos bairros da cidade:

  • Porta Crucifera (verde e vermelho)
  • Porta del Foro (vermelho amarelo e)
  • Porta Sant’Andrea (branco e verde)
  • Porta del Borgo, hoje Porta Espírito Santo (cores amarelo e azul).

A Giostra del Saracino é organizado pelo Município de Arezzo através de uma instituição específica, um órgão de governo (Consiglio di Amministrazione), presidido pelo prefeito e composto também pelo Rettori dei Quartieri.

Regras:

Na Giostra como é disputada hoje em dia, há oito cavalheiros para os 4 times, que representam os 4 bairros da cidade. Os cavalheiros em seus cavalos devem com a lança de madeira (longa e pontuda) acertar o  “buratto” (o saracino) e o seu escudo, local onde ficam marcados os pontos.

O “buratto” é um boneco com a armadura que sustenta um escudo dividido em sectores 4, correspondente aos pontos. Cada cavalheiros tem direito à duas corridas ao longo da disputa ao longo da “lizza“(a pista até o boneco) que corre obliquamente ao longo da Piazza Grande. E ao final ganha o time cujos pilotos conseguir mais pontos.

Veja ainda:

Programação –  como ocorre:

A Giostra começa de manhã com a “lettura del bando da parte dell’Araldo“, ou seja, da leitura da notificação pela responsável, e continua com um desfile colorido que reveste as ruas das cidades, com trajes medievais e 27 cavalos. O momento marcante do desfile é a bênção dos cavalheiros nos degraus da catedral pelo bispo de Arezzo.

O desfile prossegue até o local da Giostra, a Piazza grande (veja como participar abaixo).

Com a ordem dada pelo “Maestro di Campo“, se começa com a entrada na praça, ao som de trombetas e tambores, a procissão histórica, tendo os antigos distritos urbanos da cidade.

Os destaques desta fase são a entrada das mais altas autoridades do Giostra (Magistratura, Giuria, Rettori dei Quartieri), o exibição dos Sbandieratori (os porta-bandeiras), a entrada dos giostratori (cavalheiros), depois os representantes da antiga nobreza de Arezzo, a leitura do “Araldo della Disfida di Buratto” (uma composição poética em três oitava que data do século XVII), a saudação de arqueiros e guerreiros gritando ‘Arezzo’, a autorização da Magistratura para o início da Giostra,  e por fim, a execução do Hino Saracino – ópera compositor Giuseppe Pietri (1886-1946).

Depois começa realmente o torneiro em si: os giostratori (cavalheiros) das quatro “portas” – verdadeiras estrelas do evento – são se aprontam com toda armadura, prontos para a batalha contra o Saracino, o tal boneco que contei acima, e que representa um sarraceno armado com o mazzafrusto (“Buratto, Re delle Indie”), um mangual.

A ordem é determinada por sorteio uma semana antes do torneio, durante uma cerimônia em traje na Piazza del Comune. Numerosos são os imprevisto, e tudo depende da coragem, habilidade e sorte dos oito cavalheiros que se revezam na pista de terra batida, que corta diagonalmente a Piazza Grande.

Vence a competição a dupla de cavalheiros que, ao bater no escudo do Saracino (que apresenta variáveis ​​pontuação entre um e cinco), atinge a maior pontuação. A cada corrida a expectativa é altissima pelo ponto. O prêmio é uma cobiçada lança de ouro. Em caso de empate entre dois ou mais distritos, após as carreiras comuns (dois conjuntos, um para cada cavalheiros), a fim de desempatar, é feito de uma ou mais carreiras de payoff. Quando acaba são disparados tiros de morteiro em honra ao distrito vencedor.

As regras do torneio, contidos em um “regulamento técnico”, quase inalterado que remonta a 1677. O resultado do confronto entre cristãos e o cavalheiro “infiel” permanece incerto até o último momento, por causa dos imprevistos e erros, com penalidades que variam de suspensão do cavalheiro (no caso de saída da pista), até a dobrar a pontuação ( em caso de quebra da lança no impacto violento com Saracino).

Veja a organização do espaço:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Programa 2017:

Programa de 17 de junho

07,00 – primeiro tiro de morteiro
10,30 – a lança de ouro, ou seja, o prêmio, sai do Duomo.
11,00 –  segundo tiro avisa a saída do grupo de cavalheiros, a leitura do Araldo e com o som dos sinos da cidade, começa o desfile que passa pela : Basilica della Pieve, Piazza S. Michele, incrocio Corso Italia, Via Roma, Piazza S. Francesco.

19,00 – terceiro tiro de morteiro e bênção dos Giostratori e dos armati dei Quartieri:
Porta Crucifera : Chiesa di Santa Croce, Porta del Foro Chiesa di San Domenico;
Porta S. Andrea : Chiesa di S. Agostino;
Porta S. Spirito : Chiesa di S.Antonio (Saione).
19,30 – Encontro de todos os figurantes na Piazza S. Domenico
20,00 – Quarto tiro de morteiro, inicio do desfile passando pelo Duomo,  Via Sassoverde e Via Ricasoli.
20,15 – Benção do Bispo, nas escadas do Duomo.
20,30 – Desfile pela Piazza Grande, percorrendo Via Ricasoli, Via dei Pileati, Corso Italia, Via Roma, Piazza G. Monaco, Via G. Monaco, Piazza S. Francesco, Via Cavour, Via Mazzini, Via Borgunto.
21,30 – Quinto tiro de morteiro. Ingresso na Piazza Grande dos Sbandieratori della Giostra;
Ingresso do desfile histórico ao som de trombetas e tambores. Depois a leitura do “Araldo della Disfida di Buratto” (uma composição poética em três oitava que data do século XVII), a saudação de arqueiros e guerreiros gritando ‘Arezzo’, a autorização da Magistratura para o início da Giostra,  e por fim, a execução do Hino Saracino – ópera compositor Giuseppe Pietri (1886-1946).
Ocorre então a competição, e ao final é entregue a Lancia d’Oro ao distrito vencedor pelo prefeito de Arezzo.
Te deum di ringraziamento – ou seja, os cavalheiros e o distrito vão à catedral agradecer pelo título.

a “lança de ouro ” o prêmio

saudando o vencedor

Programa de 3 de setembro

07,00 – primeiro tiro de morteiro
10,30 – a lança de ouro, ou seja, o prêmio, sai do Duomo.
11,00 –  segundo tiro avisa a saída do grupo de cavalheiros, a leitura do Araldo e com o som dos sinos da cidade, começa o desfile que passa pela : Basilica della Pieve, Piazza S. Michele, incrocio Corso Italia, Via Roma, Piazza S. Francesco.Primo colpo di mortaio

14,00 – terceiro tiro de morteiro e bênção dos Giostratori e dos armati dei Quartieri:
Porta Crucifera : Chiesa di Santa Croce, Porta del Foro Chiesa di San Domenico;
Porta S. Andrea : Chiesa di S. Agostino;
Porta S. Spirito : Chiesa di S.Antonio (Saione).
14,30 – Encontro de todos os figurantes na Piazza S. Domenico
15,00 – Quarto tiro de morteiro, inicio do desfile passando pelo Duomo,  Via Sassoverde e Via Ricasoli.
15,15 – Benção do Bispo, nas escadas do Duomo.
15,30 – Desfile pela Piazza Grande, percorrendo Via Ricasoli, Via dei Pileati, Corso Italia, Via Roma, Piazza G. Monaco, Via G. Monaco, Piazza S. Francesco, Via Cavour, Via Mazzini, Via Borgunto.
17,00 – Quinto tiro de morteiro. Ingresso na Piazza Grande dos Sbandieratori della Giostra;
Ingresso do desfile histórico ao som de trombetas e tambores. Depois a leitura do “Araldo della Disfida di Buratto” (uma composição poética em três oitava que data do século XVII), a saudação de arqueiros e guerreiros gritando ‘Arezzo’, a autorização da Magistratura para o início da Giostra,  e por fim, a execução do Hino Saracino – ópera compositor Giuseppe Pietri (1886-1946).
Ocorre então a competição, e ao final é entregue a Lancia d’Oro ao distrito vencedor pelo prefeito de Arezzo.
Te deum di ringraziamento – ou seja, os cavalheiros e o distrito vão à catedral agradecer pelo título.

Para comprar, pode ser no dia, ou pelo email abaixo.

A CADEIRAS NO FÓRUM90 a 70 euros
A FORUM40 a 60 euros
TRIBUNA BPrimeiro setor: inteiras 50 €, reduzido 40 €
Segundo a indústria: inteiro € 40, reduzido € 30
TRIBUNA CInteiro 30 €, reduzido20 €
em péInteiro 6 euro, reduzido 4 €
  • Crianças 0-5 anos de admissão gratuita, se  no colo de adultos;
  • 5-14 anos e mais de 70 anos redução de €10,00 em comparação com a totalidade de cada tipo.
  • Tipos e custo dos bilhetes para assistir ao ensaio geral na quinta-feira, 15 de Junho e sexta – feira, 1 de setembro, 2017: de 2 a 5 euros.

Para mais informação: Posto de Turismo e Instituição Giostra del Saracino: Tel. 0575 / 377461-2-3
email giostradelsaracino@comune.arezzo.it turismo@comune.arezzo.it

VEJA A GALERIA DE FOTOS DA GIOSTRA AQUI



Publicidade

Compartilhe este conteúdo:


Por Deyse Ribeiro
Twitter - Facebook - Google Plus - Instagram - RSS

Mapa

Participe e dê seu pitaco!